ANO: 23 | Nº: 5764

Rochele Barbosa

rochelebarbosa@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem do caderno de Saúde do Jornal MINUANO
02/10/2017 Caderno Minuano Saúde

Desmistificando a Odontologia Estética

Foto: Divulgação

A Odontologia Estética é uma área nova que tem gerado muita curiosidade e dúvidas nas pessoas, pois procedimentos e materiais odontológicos, como aparelhos invisíveis, lentes de contato odontológicas, facetas dentais e botox odontológico, são cada vez mais anunciados.
Nesta edição, o cirurgião-dentista Mateus Zílio Bosco, especialista em Ortodontia com ênfase em Odontologia Estética fala sobre o tema.
Segundo Bosco, hoje em dia, a exposição da imagem das pessoas tomou proporções nunca antes vistas, isso se deve, principalmente, ao advento das redes sociais na internet, onde as pessoas buscam, entre outras coisas, negócios, relacionamentos pessoais e, acima de tudo, referências de beleza, em que a estética do sorriso tem sido muito explorada.
Confira as queixas e os novos procedimentos aplicados pelo profissional.

Novos procedimentos e materiais modernos
Em relação ao sorriso, o dentista destaca as situações que mais incomodam os pacientes que o procuram em sua clínica. Segundo ele, com certeza, as más posições dentárias, ou seja, os 'dentes tortos', são as maiores queixas, além de coloração insatisfatória dos dentes, forma e espaço entre eles (diastemas).
A correção, conforme explica o especialista, é, sempre que possível, procurar manter a naturalidade dos dentes, portanto, corrigindo suas posições com aparelhos ortodônticos. "Para tal, o dentista conta que, atualmente, faz uso do que há de mais moderno em aparatos ortodônticos, como mini-implantes e bráquetes estéticos, por exemplo. Além disso, ele informa em alguns casos é indicado ao paciente o clareamento dentário após a remoção do aparelho. Conforme o profissional, há casos em que, mesmo após o reposicionamento ortodôntico, é necessário o aumento do volume dos dentes para corrigir a distâncias entre ele. "Mas existem pacientes que não estão dispostos a enfrentar o período maior de ortodontia e, nestes casos, no meu consultório, é oferecido um tratamento que envolve desgastes mínimos dentários e acréscimo de materiais restauradores estéticos”, completa o dentista.
A odontologia dispõe de inúmeros tipos de materiais restauradores e clareadores, salienta o especialista. “Assim posso oferecer ao paciente, desde uma alteração da cor através de clareamento dental com laser (no consultório), ou caseiro (com moldeiras), até uma alteração na forma e coloração, com a utilização de resinas diretas ou laminados cerâmicos, com destaque para as tão faladas lentes de contato odontológicas”, explica o dentista.
Ele esclarece que os laminados cerâmicos como as lentes de contato possuem propriedades de resistência e estética superiores às resinas, porém, por serem feitas em associação com laboratórios de prótese, elas demandam maior tempo entre a avaliação inicial e o final do tratamento, além de possuírem um custo maior para o paciente, em relação às resinas. Já as restaurações diretas de resina composta, conforme o profissional, apresentam ótimos resultados estéticos e são feitas exclusivamente pelo cirurgião-dentista, no entanto demandam uma manutenção mais frequente (intervalos de seis meses), dependendo do odontólogo.



Bichectomia e botox odontológico
O especialista explica que a bichectomia e o botox odontológico são procedimentos que consistem na alteração dos tecidos moles da face do paciente, como gengivas, lábios e especialmente em uma estrutura da bochecha, que é removida. “Tais procedimentos se dão por remoção de tecidos através de cirurgia ou adição de material sintético. Ambos, quando bem indicados e feitos por profissionais habilitados, são excelentes aliados na busca de estética orofacial”, ressalta.
Bosco diz que quando um paciente procura a sua clínica, ele tem como prioridade estabelecer a saúde bucal do mesmo. A partir daí será elaborado um plano de tratamento que buscará satisfazer a estética idealizada pelo paciente. Isto porque, segundo o especialista, de nada adianta um “sorriso branco” com uma “boca doente”, apresentando focos infecciosos como cáries e gengivite, por exemplo.
Portanto o profissional sempre orienta os pais para desde os períodos iniciais de vida trazerem os filho ao seu consultório, para um acompanhamento periódico da saúde oral, prevenindo, assim, possíveis futuros problemas estéticos.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...