ANO: 26 | Nº: 6524
14/10/2017 Cidade

Revista Mais Música divulga cenário do Rock em Bagé

Foto: Antônio Rocha

Diego conta que publicação continuará a cada dois meses
Diego conta que publicação continuará a cada dois meses

Um espaço criado para valorizar e divulgar as bandas e festivais de rock em Bagé. Essa é a Mais Música, revista online criada pelo designer gráfico Diego Maraschin, 34 anos, que, atualmente, divide sua vida entre a Rainha da Fronteira e Porto Alegre, onde trabalha como freelancer.
Em sua primeira edição, lançada, gratuitamente, em setembro deste ano, a publicação entrega uma reportagem com o músico Iuri Brose, além de relatos dos vocalistas de 12 bandas bajeenses com músicas autorais, sobre os álbuns que lhes impulsionaram a vontade de subir aos palcos.
Conforme Maraschin, que também é músico, a ideia lhe surgiu instantaneamente, ao perceber que Bagé carece de uma mídia especializada, com maior foco nos grupos musicais que estão se formando ou já são consolidados na região.
Diego conta que iniciou a revista sem muitas expectativas, mas com a intenção de mostrar detalhes sobre como é feito o trabalho de uma banda independente e fortalecer os laços entre os músicos locais.
Destaca que já tinha contato com alguns dos entrevistados, porém, a revista lhe proporcionou maior conhecimento sobre estas pessoas, além de lhe apresentar outros nomes do cenário musical bajeense. “O legal é que a gente conhece mais gente, descobre algumas bandas que começaram há pouco tempo e fazem um trabalho muito bom”, declara.


Equipe
Além de Diego, a revista também conta com o trabalho dos fotógrafos Robson Lacerda e Igor Montanari Fagundes. Na primeira edição, a publicação também recebeu o apoio da fotógrafa Jéssica Messi, que foi responsável pela foto da capa, onde estão reunidos alguns dos vocalistas do cenário bajeense.

Próximas etapas
Para a próxima edição, que será lançada em novembro, Maraschin adianta que haverá uma reportagem com o músico Ivan Pinheiro, da banda Mr. Joey, além de sessões especiais com enfoque em baixistas e bateristas.
Sobre o futuro da revista, o criador declara que pretende continuar com um produto online e gratuito, pois a ideia é dar espaço para os músicos e influenciar a cultura da cidade. Enquanto a segunda edição não está disponível, a equipe da Mais Música está publicando em suas páginas nos sites de redes sociais, Facebook e Instagram, vídeos de eventos e apresentações dos grupos bajeenses. Quem ficou interessado, pode encontrar a revista na página do Facebook: https://www.facebook.com/revistamaismusica/

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...