ANO: 25 | Nº: 6458
19/10/2017 Fogo cruzado

Rezoneamento mantém zonas eleitorais de Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Cartórios não sofrerão alterações no município
Cartórios não sofrerão alterações no município

A resolução que estabelece o rezoneamento no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), prevendo a extinção de zonas eleitorais, conforme critérios estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não afeta Bagé.
Em agosto, o TRE-RS informou que uma das zonas existentes no município poderia ser extinta. A previsão inicial, aliás, era de que 56 zonas gaúchas seriam fechadas, por critérios estabelecidos pelo TSE, que levavam em consideração aspectos econômicos e volume de atendimentos. O número de estruturas extintas foi reduzido através de um relatório formulado pelo TRE-RS, contendo justificativas de manutenção. No caso de Bagé, foi considerada a cobertura dos municípios de Aceguá, Candiota e Hulha Negra.
As zonas extintas em Gramado, Tapera, Sapucaia do Sul, Cachoeirinha, Santa Maria, Ronda Alta e Canoas, se transformarão em postos de atendimento, com a manutenção da estrutura e servidores. Os eleitores deverão ser redistribuídos para as zonas eleitorais cuja localização privilegie o acesso, preferencialmente sem alterações em seus locais de votação.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...