ANO: 25 | Nº: 6354
20/10/2017 Cidade

Integrantes do Profesp recebem festa de Dia das Crianças

Foto: Tiago Rolim de Moura

Brinquedos infláveis foram disponibilizados para os alunos
Brinquedos infláveis foram disponibilizados para os alunos

Os 80 alunos do Programa Forças no Esporte (Profesp), realizado pelo 3º Batalhão Logístico (3º B Log), participaram, ontem, de uma festa em comemoração ao Dia das Crianças. O evento aconteceu no período da manhã, no Ginásio Marechal Bittencourt, na unidade militar.
A programação incluiu distribuição de lanches e uma gincana, com brincadeiras e atividades em grupo, como cabo de guerra, corrida com ovo e competição de pênaltis. As crianças também foram presenteadas com doações do comércio local, como brinquedos, peças de roupas e livros de histórias infantis.
Profesp é uma vertente do Programa Segundo Tempo do governo federal, desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, Exército e Aeronáutica, e em parceria com os Ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social e Agrário. O projeto promove a integração social e o desenvolvimento humano por meio da prática esportiva.
Em Bagé, o 3º B Log foi o único quartel que aderiu ao programa no ano passado. O projeto é coordenado pelo primeiro tenente Luan Biffi de Andrade e tem como professores o segundo sargento Audison Batista de Moraes e a terceiro sargento Jaqueline Correia Pereira Araújo.
Segundo Jaqueline, a iniciativa beneficia estudantes de instituições municipais, estaduais e federais, entre sete e 14 anos. O objetivo do programa é a inclusão social, valorização da cidadania, inserção no trabalho e na realização de atividades físicas, recreativas e de lazer.
Entre os contemplados está a pequena Manoela, sete anos, que é filha de Francisco Roberto Beling Corrêa, 46 anos, e Carla Ferreira Tarouco, 34 anos. Os pais acreditam que o programa é muito importante para a iniciação das crianças no esporte. Corrêa conta que percebeu mudanças positivas no comportamento da filha, desde que entrou no projeto, em setembro deste ano. O pai acredita que a iniciativa ajudou a menina a se tornar mais sociável e participativa.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...