ANO: 25 | Nº: 6331

Airton Gusmão

redacaominuano@gmail.com
Pároco da Catedral
21/10/2017 Airton Gusmão (Opinião)

Jovens: protagonistas da cultura da vida

Neste final de semana, 21 e 22 de outubro, celebramos o Dia Mundial das Missões com o tema da Campanha Missionária “A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída” e, também em nossa Diocese, aqui em Bagé, sob o Tema: Com a “mãe” Maria somos jovens em defesa da vida e o Lema: Alegra-te cheia de graça, o Senhor está com você, realizaremos a 13ª Romaria da Juventude, no Santuário de Nossa Senhora Conquistadora.
Da mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial das Missões, trazemos algumas palavras motivadoras para todos nós: “A Igreja é, por sua natureza, missionária e anuncia uma Boa Nova portadora de uma alegria contagiante, porque contém e oferece uma vida nova: a vida de Cristo ressuscitado, o qual comunicando o seu Espírito vivificador, torna-se para nós Caminho, Verdade e Vida (Jo 14,6)”.
No Evangelho deste Dia Mundial das Missões (Mt 22, 15-21), Jesus, diante da pergunta capciosa: é lícito ou não pagar imposto a César?, responde dizendo: Daí pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. O povo pertence a Deus, pois o ser humano foi feito à sua imagem e semelhança.
O Mestre da Justiça afirma que acima de qualquer poder humano está Deus e seu povo, criado à sua imagem e semelhança. Em tempo de tanta corrupção podemos reconhecer vários poderosos que se colocam como deuses. O poder político coloca-se como valor absoluto. Pessoas, regimes ou estruturas que impedem a humanidade de ser “imagem de Deus” na liberdade e na justiça. Roubam de Deus o que pertence unicamente a ele: o povo.
Nesse contexto e, em sintonia com a Romaria da Juventude, é preciso devolver aos jovens a esperança de vida, de realização de seus sonhos, a sua capacidade de serem protagonistas na Igreja e na sociedade, sempre defendendo a imagem e semelhança de Deus.
Falando para a juventude na Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, no dia 25 de julho de 2013, o Papa Francisco dizia: “O Cristo Redentor nos abraça e nos abençoa. Vendo este mar, a praia e todos vocês, me vem à mente o momento em que Jesus chamou os seus primeiros discípulos às margens do lago de Tiberíades. Hoje, ele continua nos perguntando: Queres ser meu discípulo? Queres ser meu amigo? Queres ser testemunho do Evangelho? Em quem pomos nossa fé? Em nós mesmos, nas coisas, ou em Jesus?”.
Ainda nesta mesma fala à juventude, afirmava: “Ponha Cristo em sua vida, ponha sua confiança n’Ele e você não ficará desapontado. Olhem queridos amigos, a fé nos tira do centro e põe Deus no centro; a fé nos inunda de seu amor que nos dá segurança, força e esperança. Vocês podem ser um testemunho alegre de seu amor, um testemunho entusiasta de seu Evangelho para levar um pouco de luz a este mundo. Deixem-se amar por Jesus, é um amigo que não desilude”.
É necessário caminhar com os jovens e fazer com eles a experiência de Jesus, Palavra eterna do Pai. Façamos a nossa parte. Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação e perseverantes na oração. Um bom final de semana a todos e até uma próxima oportunidade.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...