ANO: 25 | Nº: 6335
25/10/2017 Cidade

Emoção marca premiação de estudantes na 12ª Mostra de Iniciação Científica Júnior

Foto: Fábio Quadros/Especial JM

Uma noite de emoção, adrenalina e vibração marcou a premiação da 12ª Mostra de Iniciação Científica Júnior (MICJr) do Congrega Urcamp 2017, voltada para os alunos do Ensino Médio. Três autores de trabalhos submetidos, aprovados e apresentados foram contemplados, ontem, com bolsas de estudo na Universidade da Região da Campanha, por meio de sorteio. Concorreram ao prêmio, os participantes das pesquisas que foram avaliadas e alcançaram média igual ou superior a nove.
O sorteio foi realizado pela pró-reitora de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professora Elisabeth Cristina Drumm, e pela pró-reitora acadêmica, Virgínia Paiva Dreux, representando a reitora da Urcamp, Lia Quintana.
O estudante do primeiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual Getúlio Dornelles de Vargas (CIEP), de Dom Pedrito, Pablo Ferreira da Silveira, recebeu o prêmio de uma bolsa integral na Urcamp. Ele é um dos autores do trabalho ‘A Reforma Curricular do Ensino Médio: o ponto de vista dos alunos’. "Meu trabalho foi uma crítica às reformas do governo em relação à educação. Por sermos de uma escola estadual, sofremos diretamente, por exemplo, com a situação dos professores", disse. Emocionado, o jovem comentou que não teria condições financeiras de arcar com os custos do Ensino Superior, adiantando que, agora, pretende ingressar no curso de Direito.
A professora orientadora do trabalho, Gabriela Chaves, explicou as dificuldades que a instituição enfrenta e o desafio que foi vir até Bagé, concorrer com os alunos. "Nós submetemos já na prorrogação do prazo. Achamos que não daria tempo. A taxa de inscrição foi dividida entre mim e outros professores da escola. Vendemos lanches e realizamos atividades para custear a viagem e, no final, ainda conseguimos o transporte junto ao colégio da Urcamp de Dom Pedrito", contou.
Já uma das bolsas de 50% foi para a cidade de São Gabriel. O aluno do colégio da Urcamp, Guilherme Maruyama Dias, recebeu o prêmio durante o sorteio. O estudante e demais colegas apresentaram o trabalho “Alambrador de Ideias”. Outra bolsa de 50% foi para a cidade de Dom Pedrito. Maithê Saldanha Ferrão, do colégio da Urcamp, explanou o trabalho “Os benefícios do celular: uma nova ferramenta para o ensino”.
A MICJr ainda premiou com medalhas, os autores de três trabalhos que se destacaram no evento e alcançaram as maiores médias de avaliação; o professor que orientou o maior número de pesquisas e a instituição que submeteu grande número de produções. O evento ocorreu entre segunda e terça-feira, no campus esportivo da Urcamp (Corujão).


Professor orientador destaque
Daniela Antunes da Costa – Colégio Raymundo Carvalho/Urcamp de Alegrete


Instituição de ensino destaque

Colégio Raymundo Carvalho/Urcamp de Alegrete

Trabalhos com maiores médias na avaliação
Primeiro lugar - Energia solar: contribuições para um desenvolvimento sustentável (Eduarda Gonçalves Custódio, Camila Litchina Brasil e Andressa Gonçalves Martins - Fundação Bradesco);


Segundo lugar - A Reforma Curricular Do Ensino Médio: O Ponto de Vista dos Alunos (Luize Frazão Fernandes, Gabriela de Moraes Chaves, Pablo Ferreira da Silveira, Gisele da Silva Pinto, Gabriéli da Fonseca Vogado, Maria Eduarda de Oliveira Barreto e Thalia Andrielle Garcia Machado - Escola Ciep de Dom Pedrito);


Terceiro lugar - O Corpo da Mulher como Objeto de Venda (Martina Souza dos Santos, Isadora Dorneles Maciel, Daniela Antunes da Costa, Larissa Villar Dornelles Freitas – Colégio Raymundo Carvalho de Alegrete).

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...