ANO: 25 | Nº: 6382
02/11/2017 Cidade

Movimento sindical se une em defesa dos trabalhadores

Foto: Tiago Rolim de Moura

Novo encontro será realizado no dia 14 de novembro
Novo encontro será realizado no dia 14 de novembro

Representantes de nove sindicatos de Bagé e região se reuniram, na quarta-feira, para formar uma frente de defesa dos trabalhadores e tratar sobre as mudanças previstas pela Reforma Trabalhista, que entram em vigor no dia 11. O grupo definiu vários pontos de consenso, entre eles a homologação das rescisões diretamente nos sindicatos.
O encontro, que foi realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação (Stia), também contou com representantes do Sindicato dos Comerciários (Sindicom), Sindicato dos Municipários de Bagé (Simba), Sindicato dos Professores Funcionários de Estabelecimentos de Educação Municipal de Bagé (Sinprofem), Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Sindicato dos Bancários, Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Bagé (SindiSaúde), Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul) e do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário.
De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bagé, coordenador regional da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag) e diretor estadual da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Milton Brasil, a partir de agora, as pautas sobre segurança, saúde e respeito aos trabalhadores serão defendidas em consonância por todos os sindicatos.
Segundo Brasil, há vários pontos na Reforma Trabalhista que conflitam com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O sindicalista informa que, para as entidades que têm acordo coletivo em vigor, prevalecem as regras definidas no documento. “Há mais de 120 alterações que somente trazem prejuízos aos trabalhadores”, comenta. O líder sindical informa que um novo encontro ficou marcado para o dia 14 de novembro, às 16h, na sede do Stia. “É uma mobilização importante para nivelarmos nossas atuações”, ressalta.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...