ANO: 25 | Nº: 6312
07/11/2017 Segurança

Prefeitura recupera quadro de Sérgio Coirolo

Foto: Antônio Rocha

Prefeito explica preocupação com o patrimônio do poder Executivo
Prefeito explica preocupação com o patrimônio do poder Executivo

Uma tela de criação do artista plástico Sérgio Coirolo, representando um cavaleiro, foi recuperada pela Prefeitura de Bagé, na semana passada. De acordo com o prefeito Divaldo Lara, do PTB, a obra de arte, pertencente ao governo municipal desde 2003, foi devolvida ao Executivo, por um médico de Rio Grande, que arrematou a obra em um site de leilões de São Paulo, em julho.
A busca pela tela iniciou no mês passado, após a Prefeitura de Bagé ter sido informada, pelo próprio Coirolo, sobre a venda. Diante da denúncia, o setor de controle interno não encontrou a obra no acervo do município, o que tornou evidente a legitimidade da peça levada a leilão em São Paulo. “O arrematador (comprador), ciente, fez a entrega para o município de Bagé. A polícia está fazendo a investigação de quando teria sido levada a obra. Sabemos que quando começamos o governo, essa obra não constava no acervo da prefeitura. Não recebemos o inventário de móveis, equipamentos e patrimônio em geral do antigo governo”, completou o prefeito.

A obra, que recebeu uma moldura, ficará exposta no gabinete do prefeito, conforme informou o chefe do Executivo, ontem, durante coletiva de imprensa. O desaparecimento da pea foi informado á ser informado à polícia, no final do mês passado. A investigação continua. A prefeitura ainda não sabe como a obra, ofertada pela primeira vez no final do ano passado, deixou o município. “Também estamos denunciando para a polícia e ao Tribunal de Contas que outros objetos, como os lustres do Palacete Pedro Osório, não foram encontrados no patrimônio público”, adiantou Divaldo.
A procuradoria jurídica também está fazendo um levantamento de imóveis pertencentes ao Executivo, e “também dos que foram transferidos para terceiros de maneira irregular”, segundo o prefeito.
A prefeitura estabeleceu um canal direto com a ouvidoria do controle interno, para quem quiser denunciar ou souber de alguma irregularidade com o patrimônio do município, através do telefone (53) 3240-5092.


Trabalho de recuperação

Durante a coletiva, na qual o quadro foi apresentado, o procurador-geral do município, Heitor Goulart, relatou que na transição de governo a nova gestão não recebeu um inventário. “Estaríamos dando atestado de conivência, sabendo que tem vários objetos faltantes. Então, não foram feitas passagens de bens”, explica.
Goulart informa que todas as situações foram informadas ao Tribunal de Contas. Já o prefeito ressalta que estão sendo recuperadas terras do município, que haviam sido ‘perdidas’. “Seria um prejuízo de R$ 5 milhões para o erário público. Estamos fazendo a escrituração destas terras. Conseguimos já a recuperação de 95% do patrimônio recuperado. Seguiremos buscando o que pertence aos bajeenses”, completa.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...