ANO: 25 | Nº: 6405
07/11/2017 Fogo cruzado

Vaz Netto é absolvido em primeira instância

O bajeense Flávio Vaz Netto foi absolvido em ações de improbidade administrativa, na Justiça estadual. O ex-procurador do Estado, que assumiu a presidência do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), no início de 2007, havia sido denunciado na Operação Rodin.
Em um das ações, movida pelo Detran-RS, o juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública do Foro de Porto Alegre, Marcos La Porta da Silva, observou que não há como reputar de má-fé, de desonesto ou contrário aos princípios da administração os atos praticados (por Vaz Netto), no tocante às denúncias relacionadas a irregularidades em licitações.
O Detran-RS, porém, recorreu da decisão ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). Os autos foram remetidos ao Ministério Público na sexta-feira, 3. Em junho do ano passado, o bajeense foi condenado pela 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), por dispensa de licitação.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...