ANO: 23 | Nº: 5793

Daiane Lima

daiane.lima.bg@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem de esportes do Jornal MINUANO.
10/11/2017 Universo Pet

Cuidados com os pets no verão

Foto: Divulgação

O verão de 2017/2018 começa no dia 21 de dezembro. Porém, mesmo sem a chegada da data oficial, altas temperaturas já estão sendo registradas. Assim como os humanos, os pets também sentem calor e os tutores precisam tomar cuidados especiais para saúde e o conforto de seus amigos.

A veterinária Natascha Davids Moreira Abascal explica que é importante não limitar a quantidade de água disponível para os pets. Além disso, é preciso ter cuidados com os lugares de convivência dos gatos e cachorros e também prestar atenção aos horários de visitas.

Vale lembrar que algumas raças específicas precisam ainda mais da atenção dos seus tutores para curtir o verão. Cachorros braquicefálicos, como o buldogue e pug, por exemplo, tem mais dificuldade para respirar por possuírem um maxilar inferior normal e um maxilar superior recuado. Da mesma forma, os gatos persa também necessitam de cuidados.  

Natascha também explica que, para os peludinhos, a tosa não é algo indicado para aliviar o calor. O pelo dos pets são uma proteção para eles e são também térmicos, protegendo do frio e das altas temperaturas. “Quando ele vai se refrescar, deita a barriga no chão, porque ali não tem pelo. É ali que ele está com calor”, esclarece. Há também animais que não devem ser tosados, como o chow-chow e akita. Nestes casos, geralmente é realizada a remoção do subpelo.   

Caso o tutor perceba que seu amigo está, aparentemente, exausto, com a língua exageradamente para fora e vomitando, é possível que ele tenha sofrido uma insolação. Neste caso, é necessário levar o pet para a sombra, fazer com que ele beba bastante água e molhar a nuca, pescoço, dorso e cabeça do animal. Também será necessário procurar um veterinário. 

 

Dicas para ajudar seu pet a curtir o verão com conforto

 

1 – Água à vontade

É importante que os animais tenham potes com água fresca. Assim como os humanos, os pets precisam de hidratação. A água não pode ser servida em horários específicos, mas deve estar sempre à disposição para os cachorros e gatos da casa.

 

2 – Local fresco

Além de água, os bichinhos também precisam de um lugar com sombra para passar o dia e para dormir. O tutor precisa verificar se o piso da casa está muito quente e também se o local onde os animais ficam, no pátio, tem muita incidência de raios solares. A veterinária lembra que hoje há tapetes gelados, para que os pets possam se refrescar.

 

3- O passeio

Na hora de levar seu amigo para passear, opte pelos horários com menor emissão dos raios ultravioletas – pela manhã ou à tardinha.  Natascha explica que é preciso tomar cuidado e verificar se o asfalto ou a calçada por onde o animal vai passar estão em uma boa temperatura. Isto porque os coxins, ou “almofadinhas” nas patas são sensíveis e podem sofrer queimaduras.  

 

4- Petiscos refrescantes

Uma opção para ajudar o pet a se refrescar durante o verão é fazer petiscos para os amigos de quatro patas. A veterinária conta que uma ideia é fazer picolé com suco de frutas para os pets. Além disso, há, também, brinquedinhos em que é possível colocar suco de fruta congelado para que o animal brinque enquanto está se refrescando. 

 

5 – Animais no carro

Os pets nunca devem ser deixados presos nos carros e com os vidros fechados. A insolação pode causar danos graves à saúde do seu amigo e até mesmo levar à morte.

 

6 – Protetor solar

Regiões perto dos olhos, focinho e orelhas também podem ser protegidas com a ajuda de protetor solar. Natascha comenta que alguns protetores para humanos podem ser usados nos pets. Entretanto, é preciso procurar um veterinário para escolher a melhor opção.

 

7 – Parasitas

A incidência de pulgas e carrapatos também aumenta no verão. Mesmo os animais que ficam somente em apartamentos, podem voltar para a casa com parasitas após um passeio na praça. Para evitar, é preciso proteger o pet com produtos antipulga e carrapatos.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...