ANO: 24 | Nº: 6057
15/11/2017 Fogo cruzado

Cartão Reforma deve injetar mais de R$ 1 milhão em Bagé

Foto: Arquivo JM

Cada família poderá retirar, em lojas credenciadas, entre R$ 2 mil e R$ 9 mil em materiais de construção
Cada família poderá retirar, em lojas credenciadas, entre R$ 2 mil e R$ 9 mil em materiais de construção

A lista das cidades contempladas na primeira fase do programa Cartão Reforma, divulgada pelo governo federal, prevê pouco mais de R$ 1 milhão para Bagé. Famílias de baixa renda de outros 20 municípios gaúchos poderão acessar os recursos da iniciativa, que tem como relatora a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS).
A previsão é de que os cartões sejam distribuídos até 31 de dezembro. Os beneficiários serão selecionados pelas prefeituras. Em Bagé, o processo será feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Direito do Idoso. Cada família poderá retirar, em lojas credenciadas, entre R$ 2 mil e R$ 9 mil em materiais de construção. Os valores não precisarão ser devolvidos ao governo. A execução da obra será de responsabilidade da família beneficiada, que receberá apoio de arquiteto e engenheiro. Os profissionais irão verificar a necessidade específica de cada residência.
O benefício será concedido apenas ao dono da casa. A renda familiar não pode ultrapassar R$ 2,8 mil. Terão prioridade famílias com uma mulher como responsável e que tenham, entre os integrantes, idosos ou pessoas com deficiência. O cartão, que é nominal e intransferível, terá validade de um ano. “Esse programa resolverá um problema social com a melhoria da qualidade da habitação. Muitas casas não têm, sequer, um esgoto ou fossa. O Cartão Reforma também terá impacto econômico. Aumentando a compra de materiais de construção, a economia será ativada em um setor muito dinâmico”, avalia a senadora.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...