ANO: 24 | Nº: 6185
25/11/2017 Cidade

Museu Dom Diogo de Souza recebe homenagem do Exército Brasileiro

Foto: Claudenir Munhoz

A manhã de sexta-feira, 24, foi marcada por homenagens. O Museu Dom Diogo de Souza, mantido pela Fundação Attila Taborda/Universidade da Região da Campanha (Urcamp) foi agraciado pelo Exército Brasileiro com a medalha comemorativa ao sesquicentenário do Conflito da Tríplice Aliança. A solenidade ocorreu com formatura no 3º Batalhão Logístico (3º BLog). As gestoras do Museu, Carmem Barros e Maria Luíza Pêgas representaram a instituição durante a cerimônia. A entrega da medalha foi realizada pelo comandante da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, general José Ricardo Vendramin Nunes.
O comandante destacou que a medalha é um reconhecimento ao Museu pela importância do acervo que guarda histórias, passagens e principalmente fatos do Exército. Para a pró-reitora de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Elisabeth Cristina Drumm, a condecoração é um reconhecimento pelo compromisso que instituição possui no resguardo da memória, do patrimônio e da preservação cultural. A pró-reitora destaca, ainda, que o Museu é um laboratório de formação para alunos nas mais diversas áreas do conhecimento.
Durante a solenidade, representantes de instituições e órgãos também foram agraciados com medalha e Honraria Amigo do Exército.


Instituição
O Museu Dom Diogo de Souza recebe, anualmente, cerca de 18 mil visitas, registrando um grande percentual de escolas. A instituição conta com hemerotecas com, aproximadamente, 20 mil volumes (320 tipos de jornais locais a partir da década de 60); fototeca com cerca de 100 mil imagens; reserva de objetos históricos com quase 10 mil peças; biblioteca Tarcísio Taborda com cerca de nove mil exemplares; biblioteca de escritores bajeenses, tendo por volta de 1.200 peças; acervo de documentos de Jorge Reis, Forte Santa Tecla, coleção de moedas numismáticas, entre outros.
O horário de visitação no Museu é das 8h30min às 11h30min e das 14h às 18h, de terça a sexta-feira. Já aos sábados e domingos, a visitação é das 14h às 18h.


Acervo Militar
A instituição cultural compõe, ainda, com um vasto acervo de materiais de militares que exerceram suas funções em Bagé e outras regiões, além de histórias da Revolução de 23, 83, entre outras. O acervo possui medalhas, ordenações, fardamentos, louças, placas, além de documentos e peças do general Emílio Médici e de Aluíso Budó, que os familiares doaram, aproximadamente, 100 peças, entre livros, fotografias, vestimentas, entre outros. Uma sala militar com um acervo militar está em exposição no museu desde o mês de outubro.


Tríplice Aliança

A Guerra da Tríplice Aliança foi o maior conflito armado internacional ocorrido na America do Sul. Foi travada entre o Paraguai e a Tríplice Aliança, composta pelo Brasil, Argentina e Uruguai. A Guerra durou seis anos.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...