ANO: 24 | Nº: 6058
28/11/2017 Cidade

Centro de Solução de Conflitos vai mediar 97 processos durante campanha de conciliação

Foto: Tiago Rolim de Moura

Processos que tenham possibilidade de acordo antes de entrar na Justiça são selecionados
Processos que tenham possibilidade de acordo antes de entrar na Justiça são selecionados

Até o final da semana, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Bagé vai mediar o dobro de processos que normalmente são atendidos no local pelos 33 mediadores e conciliadores. O esforço integra o cronograma da 12º Semana Nacional de Conciliação, iniciada ontem e que encerra na sexta-feira, 1º de dezembro.
A campanha em prol da conciliação, realizada anualmente pelo Conselho Nacional de Justiça desde 2006, envolve os Tribunais de Justiça, Tribunais do Trabalho e Tribunais Federais. De acordo com o juiz coordenador do Cejusc de Bagé, Humberto Móglia Dutra, durante a Semana Nacional da Conciliação, os tribunais selecionam os processos que tenham possibilidade de acordo e intimam as partes envolvidas no conflito. “As audiências são marcadas com antecedência para dar visibilidade à cultura da pacificação”, disse.
As conciliações pretendidas durante a semana são chamadas de processuais, ou seja, quando o caso já está na Justiça. No entanto, há outra forma de conciliação: a pré-processual ou informal, que ocorre antes do processo ser instaurado e o próprio interessado busca a solução do conflito com o auxílio de conciliadores.
Segundo o magistrado, foram agendadas 97 audiências para esta semana. Destas, 66 são pré-processuais e as demais foram encaminhadas pelas varas judiciais. “Normalmente realizamos cerca de 50 audiências semanais”, conta. O juiz também informa que os processos das varas de família não passam pelo Cejusc.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...