ANO: 26 | Nº: 6588
02/12/2017 Cidade

Evento vai reunir músicos voluntários em benefício da Abadef

Foto: Tiago Rolim de Moura

Complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza será palco das apresentações
Complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza será palco das apresentações

Um grupo de voluntários vai realizar, no dia 14, o 1º Canto Solidário em benefício da Associação Bajeense de Pessoas com Deficiência (Abadef). O evento acontece no complexo cultural do Museu Dom Diogo de Souza, às 21h. A ação conta com o apoio da Universidade da Região da Campanha (Urcamp).
De acordo com um dos organizadores do evento, Luiz Cláudio de Vargas Etcheverry, o Canto Solidário foi idealizado no ano passado. Ele conta que procurou várias entidades assistenciais para realizar a parceria e ficaria no encargo do beneficiário a confecção e venda dos convites. “Alguns informaram que não era viável e a Abadef abraçou a ideia”, salienta.
Etcheverry destaca que os ensaios devem iniciar na próxima semana, no auditório do Palacete Pedro Osório. O organizador salienta que todos os artistas, o espaço, telão, som e luzes foram viabilizados de forma gratuita e todo o valor arrecadado será revertido para a entidade.
A presidente da Abadef, Cimone Gonzales, conta que todo o trabalho da associação é voltado para a garantia de direitos. Ela ressalta que a entidade não recebeu nenhuma verba pública este ano e somente consegue desenvolver o trabalho através de parcerias com universidades e om o Instituto Federal Sul-riograndense (IFSul).
Cimone também destaca que a Abadef auxilia professores que têm alunos com deficiência, através de apoio e material pedagógico, realizando campanhas e projetos que conscientizem as pessoas com deficiência sobre seus direitos. A associação também incentiva a busca de oportunidades no mercado de trabalho. “Trabalhamos com inclusão e não com habilitação”, reforça.
A Abadef foi fundada há quatro anos, sendo uma incentivadora para a criação do Conselho da Pessoa com Deficiência. Também trouxe para o município a primeira Corrida Fantástica, que tem a participação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Instituto Caminho da Luz. “A renda do evento irá garantir os projetos do próximo ano”, afirma Cimone.
Os ingressos podem ser adquiridos, a R$ 10, diretamente com os integrantes da associação ou através do celular (53) 99929-6171 (Echeverry).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...