ANO: 25 | Nº: 6310
02/12/2017 Cidade

Organização espera mais de dois mil motociclistas no Bagé Moto Encontro

Foto: Augustho Soares/Especial JM

Casal de aposentados viaja para eventos de motos em todo Brasil
Casal de aposentados viaja para eventos de motos em todo Brasil

A 10ª edição do Bagé Moto Encontro começou na sexta-feira e se estende até o domingo, no largo do Centro Administrativo. O evento é organizado pela Associação Bajeense de Motociclistas (ABM) e conta com o apoio da Associação dos Motociclistas do Rio Grande do Sul (AMO-RS) e da Prefeitura de Bagé.
De acordo com o organizador, Paulo Sais (Neia), o encontro deste ano conta com apresentações de 12 bandas, que tocarão nas três noites de evento. Os tradicionais shows de manobras de motos serão realizados no sábado e no domingo, a partir das 15h. Ele comenta que a estimativa é de que 30 mil pessoas passem pelo local, e que o encontro deve reunir mais de dois mil motociclistas de várias partes do Brasil e de outros países, como Chile, Uruguai e Argentina.
Os participantes de outras cidades estão acomodados em hotéis locais ou em estruturas gratuitamente disponibilizadas para o acampamento, na sede da ABM e no ginásio da Escola Municipal de Ensino Fundamental São Pedro. Para o sábado, às 11h, está agendado o tradicional passeio realizado pelas ruas da cidade.
O presidente da ABM, Mário Paiva, define o encontro de motos como uma grande festa para recepcionar amigos de diversos lugares. Paiva explica que em 1997, o Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) realizou o primeiro Super Motos, evento que continuou em atividade por 11 anos. A partir de 2008, a ABM iniciou o Bagé Moto Encontro, que, desde então, já foi considerado, em duas edições, o maior encontro de motos do Estado.
O advogado Heber Lucas de Mello, 58 anos, participa do evento desde 2013. O motociclista veio de Santa Cruz do Sul, com os amigos da Irmandade Sem Fronteira, grupo com representantes de diversos países latino-americanos. Mello conta que cerca de 50 integrantes do grupo estarão presentes no evento deste ano, incluindo pessoas da Argentina, Paraguai e Bolívia. O advogado comenta que o que lhe atrai em eventos de motos é a troca de informações sobre os veículos e o estilo de vida dos motociclistas.
Nem as prescrições médicas impediram que o aposentado João Acelino Sudatti, 78 anos, viva o estilo de vida de um motociclista. Após ser informado pelo médico que a motocicleta poderia prejudicar sua coluna, Sudatti a trocou por um triciclo, veículo que trouxe de Santiago, região central do Estado.
Sua esposa, Eva Francisca Sudatti, 73 anos, com quem está casado a 50 anos, diz que os dois sempre gostaram de viajar de carro, mas influenciados por amigos e conhecidos participam de encontros de motos há 12 anos. Desta vez, o casal veio junto ao Carranchos, grupo criado em 2009, do qual Sudatti é um dos fundadores.
O motociclista Cléber Melo Adolfo, 59 anos, participa do Moto Encontro desde a sua primeira edição. Este ano ele está representando o Moto Grupo do Bagé Tênis Clube (BTC), o qual foi criado por sócios do clube, em 2012. Adolfo conta que já participou de diversos encontros em cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além de já ter ido em eventos no Uruguai e Argentina.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...