ANO: 24 | Nº: 6137
04/12/2017 Cidade

Festival do Imba reúne centenas de bailarinos em noite de apresentações e homenagens

Foto: Antônio Rocha

Releitura de coreografias de festivais anteriores chamaram a atenção
Releitura de coreografias de festivais anteriores chamaram a atenção
Tutus, saiotes, fantasias e muita empolgação. Estes foram os ingredientes que transformaram a noite de sábado em um grande espetáculo no Ginásio Presidente Médici (Militão). A edição deste ano do Festival de Ballet do Instituto Municipal de Belas Artes (Imba) teve como tema "Metade de mim é amor e a outra metade também" e homenageou a professora Sílvia Vaz, falecida em maio deste ano.

No palco, foram mais de 300 bailarinos, divididos em 25 coreografias. Eles reviveram outros anos do espetáculo, com releituras de coreografias que marcaram o festival em anos anteriores. Quem abriu a noite de apresentações foram as formandas deste ano, que apresentaram cinco coreografias. A apresentação premiada em 1º lugar no Jazz em Grupo na categoria infanto-juvenil no Festival Santa Maria em Dança, "Simplesmente Marilyn", também contribui para animar a noite.
Entre as coreografias, a equipe do instituto prestou homenagens à professora Sílvia Vaz, que foi uma das principais figuras do Imba por mais de três décadas.
Isolda Martins, 70 anos, conta que não perde um festival há quatro anos, desde que a neta ingressou no Imba. Para ela, a noite do festival é sempre mágica e uma grande atração de final de ano. "É a única oportunidade que tenho de ver a minha neta dançando em público e ela gosta tanto", comenta.
Após as apresentações dos alunos do Imba, os artistas do Grupo Tholl subiram ao palco para apresentar o espetáculo "No Natal Daquele Ano".

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...