ANO: 25 | Nº: 6312
05/12/2017 Fogo cruzado

Lelinho critica licitação emergencial para coleta de lixo

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Petista afirma que vai apresentar demanda ao Ministério Público
Petista afirma que vai apresentar demanda ao Ministério Público

O líder do PT no Legislativo bajeense, vereador Lélio Lopes (Lelinho), tornou a criticar, ontem, a contratação emergencial, em caráter temporário, da empresa encarregada pela coleta de lixo no município. Além de criticar formato e valores do processo, o petista destacou que vai levar a demanda ao Ministério Público até o final da semana. “Não podemos concordar com sucessivas contratações temporárias”, afirmou.
Ao cobrar a realização de nova seleção, Lelinho disse, ainda, que vai propor a pauta sobre a contratação da empresa à Comissão de Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio Público. “O processo licitatório para contratação da empresa deve ser feito pela prefeitura e fiscalizado por todos”, reforçou.
A posição do petista, entretanto, foi rebatida por integrantes da base. O vereador Omar Ghani, do PR, salientou, inclusive, que o governo registra avanços no setor de coleta. “Se não avançou ainda mais é porque ainda administra situações deixadas pela gestão anterior”, pontuou.
Os petebistas também voltaram a salientar que o governo assumiu um aterro interditado, e que, em função desta condição, gasta cerca de R$ 400 mil mensais para transportar resíduos ao aterro sanitário de Candiota.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...