ANO: 24 | Nº: 5986
06/12/2017 Campo e Negócios

Embrapa promove Encontro de Pecuaristas Familiares do projeto PoloGen

Pecuaristas familiares que integram o Polo de Excelência em Genética Taurina (PoloGen) participarão, amanhã, na sede da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé, do terceiro Encontro de Pecuaristas Familiares do projeto. O evento tem como objetivo apresentar os resultados do projeto, além de temas importantes relacionados ao melhoramento genético de raças taurinas de corte e ao manejo de campo nativo.
“O encontro vai ser importante para atualizar os produtores e os técnicos parceiros sobre resultados que viemos alcançando com as iniciativas. Também é uma oportunidade de alinhar os critérios de acompanhamento e coleta de dados, bem como os temas importantes para praticar o melhoramento nos rebanhos participantes”, destaca a pesquisadora da Embrapa e coordenadora do PoloGen, Bruna Sollero.
Criado há cerca de três anos, o PoloGen foi concebido como um instrumento de melhoramento genético e de difusão de raças bovinas taurinas. O projeto leva ao pecuarista familiar essa genética qualificada, com a doação de sêmen de touros superiores, possibilitando, assim, a melhora dos rebanhos comerciais desses produtores. Sediado em Bagé, o polo é fruto de uma parceria entre a Embrapa, a Emater/RS-Ascar, as associações de raças taurinas e sintéticas e o Senar/RS.
Dentre os objetivos do projeto, estão: maior aplicação dos conhecimentos em genética e melhoramento nos sistemas de produção de bovinos de corte taurinos; avanço nas estratégias de disseminação e coleta de dados de progênies de touros jovens que são destaque em programas de melhoramento, identificando quais touros superiores na população estão gerando animais mais eficientes e produtivos; formação de um banco de dados mais amplo, propiciando a avaliação dos touros pais, aumentando suas acurácias de predição de valores genéticos; além do incentivo para maior uso de técnicas de inseminação artificial.

Pecuária Familiar
O PoloGen vem trabalhando para disseminar genética qualificada entre pecuaristas familiares. O projeto já vem sendo desenvolvido em nove cidades do Estado: Santo Antônio das Missões, Caçapava do Sul, Bagé, Aceguá, Butiá, São Francisco de Assis, Santana do Livramento, São Borja e São Martinho da Serra, além dos estados de Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. O projeto já chegou a mais de três mil doses de sêmen entregues para produtores familiares.


Programação

8h30min – Recepção e abertura, com a chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Pecuária Sul, Estefanía Damboriarena;
9h – Resultados do PoloGen, com a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul, Bruna Sollero;
9h30min – Seleção de machos e fêmeas – o quê e como avaliar?, com o instrutor do Senar/RS, Bruno Borges;
10h30min – Intervalo/Discussão;
10h45min – Avaliação de animais a campo e apresentação dos reprodutores PAC 2017/2018, com Bruna Pena Sollero, Bruno Borges Teixeira, Roberto Collares (Embrapa) e Joal Brazzale Leal (Embrapa);
12h – Almoço;
13h30min – O (re)conhecimento do campo nativo com foco na relação planta-animal, com o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, José Pedro Pereira Trindade;
14h45min – O (re)conhecimento do campo nativo com foco na relação solo-planta, com o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Leandro Bochi da Silva Volk.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...