ANO: 24 | Nº: 6014
06/12/2017 Cidade

Prefeitura concluiu cerca de quatro quilômetros de pavimentação em 2017

Foto: Tiago Rolim de Moura

Na rua Quero-Quero asfalto está sendo concluído
Na rua Quero-Quero asfalto está sendo concluído

Uma malha viária de 350 quilômetros sem calçamento e 150 pavimentados com asfalto, pedra irregular e paralelepípedo. A manutenção das vias é uma das maiores dificuldades da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra). Porém, este ano a pasta conseguiu realizar cerca de quatro mil metros de asfaltamento. O cronograma de trabalho inclui, ainda, aproximadamente 3,6 mil metros de pavimentação em andamento através de contratos.

Entre as vias asfaltadas estão os acessos ao Residencial São Sebastião e à Universidade Federal do Pampa (Unipampa), a avenida Itália, trechos das ruas Doutor Pena, Monsenhor Costábile Hipólito, Narciso Suñe, PM Éverton e Barão do Triunfo. Também está sendo pavimentada a rua Quero-Quero, no bairro Pedra Branca, e 790 metros da rua Breno José Machado, no bairro Morgado Rosa, que dá acesso ao futuro residencial que prevê a construção de 564 unidades habitacionais.

 

Attila Taborda

Conforme o titular da Seinfra, Ronaldo Hoesel, a obra da avenida Attila Taborda foi retomada na segunda-feira. Ele salienta que houve vários problemas devido à falta de britas para que fosse concluída a pavimentação de 1.350 metros e também devido à dificuldade financeira, porque a prefeitura não conseguiu fechar a parceria com uma das empresas de ônibus que iria auxiliar com o material. “Agora a previsão é de que seja entregue até o Natal”, diz.

 

Anel Rodoviário
A pavimentação do Anel Rodoviário é outra construção em atraso. A obra foi retomada em fevereiro e o prazo inicial de conclusão era agosto. A construção foi orçada, inicialmente, em R$ 4.103.117, sendo R$ 3.692.805,30 oriundos da Metroplan e o restante (R$ 410.311,70) de contrapartida da prefeitura. Pelo tempo de demora na efetivação do projeto, o Executivo municipal teve que se responsabilizar por mais R$ 1.303.321,04, totalizando R$1.713.632,74 de investimento do município. Hoesel destaca que o Estado devia quatro parcelas para a empresa e o saldo foi quitado. Além disso, foi necessário adquirir brita de outro município.

 

Usina asfáltica
O secretário informa que a usina asfáltica, instalada na rua Maurício Campos, junto à fábrica de bueiros, no bairro Popular, deve ser transferida para outro local. Hoesel salienta que houve muitas reclamações de moradores. Ele explica que foi realizado um laudo no local. O gestor explica, ainda, que há uma escola e um posto de saúde próximo à área e se trata de uma zona residencial. “Estamos tentando viabilizar a licença ambiental e verbas para transferir para um local no Parque do Gaúcho. A obra para instalação gira em torno de R$ 500 mil”, informa.

 

Maquinário

Hoesel frisa que tem uma equipe boa, mas que a falta de maquinário prejudica o serviço de manutenção. O gestor conta que os equipamentos estão muito antigos e das três retroescavadeiras e três patrolas disponíveis, apenas uma de cada funcionou ontem. “São 70 bairros. Às vezes conseguimos locar maquinário e o serviço rende”, argumenta.
A pasta também é responsável pela iluminação pública, manutenção das praças e limpeza das vias.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...