ANO: 25 | Nº: 6455
11/12/2017 Cidade

Canto Sem Fronteira encerra com avaliação positiva

Foto: Tiago Rolim de Moura

Apresentações foram encerradas na madrugada de domingo
Apresentações foram encerradas na madrugada de domingo

Após um final de semana repleto de atividades artísticas e culturais, apresentações de teatro, dança, cinema, poesia, artes plásticas, campereadas e música de qualidade, a 11ª edição do festival Canto Sem Fronteira encerrou, ontem, com o show de César Oliveira e Rogério Melo. O produtor cultural Tiago Cesarino afirma que o evento contou com intensa participação de visitantes durante os três dias. Ele destaca a presença dos conselheiros da Secretaria Estadual de Cultura, Rubens Ferreira, Gilberto Dorfer e Maria Marques.
O Canto Sem Fronteira é um festival de música nativista, com vocação campeira e aberto aos países do Mercosul. A primeira edição aconteceu no ano de 2003, quando ainda não havia nenhum festival em atividade em Bagé. Nesta edição, a comissão julgadora foi formada pelos músicos Armando Carreta, Cristiano Quevedo e Juca Morais, que pré-selecionaram, entre 504 canções inscritas, as 16 que irão participar da gravação do CD e DVD. Os resultados foram conhecidos durante o final de semana.


Oficina
Uma das atrações do final de semana foi a apresentação do músico Marcello Caminha, ministrado ao lado do filho, Marcelinho. Em seu show, a família Caminha apresenta clássicos da música gaúcha. O cantor também ministrou uma oficina de violão na tarde de sábado. O projeto denominado Oficina do Violão Gaúcho é desenvolvido há mais de 10 anos pelo músico. “Ofereço aos eventos de forma gratuita e com o objetivo de despertar o interesse das pessoas para o aprendizado de algum instrumento”, afirma.
Caminha volta a Bagé no próximo domingo, para o encerramento do evento Natal na Praça, promovido pela Rádio Cultura de Bagé. Na festa irá apresentar o projeto Natal em Cordas pela primeira vez no município. O show conta com clássicos natalinos e composições próprias do músico bajeense. A apresentação integra a programação do Natal Luz de Gramado há quatro anos.


Atrações
O festival também contou com a apresentação de 16 invernadas artísticas e uma programação que incluiu palestras, shows, mostras estudantis, de artesanato, fotografia e de artes plásticas, curtas-metragens; poesias nos ônibus; manifesto literário e ambiental.


Evento oficial
O festival foi considerado patrimônio histórico e cultural do Estado, pela lei 12.975. Em 2008, foi declarado patrimônio histórico e cultural da cidade de Bagé, pela lei 4.657, e reconhecido nacionalmente pelo Ministério da Cultura, com o Prêmio Culturas Populares “Edição Mestre Humberto de Maracanã”, por sua atuação destacada na preservação da cultura brasileira.
Nesta edição, o festival contou com o financiamento do sistema Pró-Cultura da Secretaria Estadual da Cultura, com patrocínio NET/Claro e apoio local da Prefeitura de Bagé, que declarou o evento como oficial do município a partir desta edição.

 

Premiação

Primeiro lugar
Teu renascer, meu povoamento (Bagé e Santa Maria)
Letra: Carlos Omar Villela Gomes e Murilo Teixeira
Música: Francisco Oliveira
Intérprete: Priscila Olave
Declamação: Júlia Graziela Azambuja


Segundo lugar
Motivos de querência (Bagé e Candiota)
Letra: Gil Deison Lopes Pereira
Música: Vinícius Brignol Leite
Intérprete: Igor Tadielo


Terceiro lugar
Essas faces frágeis (Bagé)
Letra e música: Mariana Portella
Intérprete: Niandra Lacerda


Música Mais Popular
Compasso crioulo (Bagé)
Letra e Intérprete: Lisandro Amaral
Música: Eduardo Verdi e Lisandro Amaral


Melhor letra
Motivos de querência (Bagé e Candiota)
Letra: Gil Deison Lopes Pereira
Música: Vinícius Brignol Leite
Intérprete: Igor Tadielo


Melhor melodia
O passado do banhado (Bagé)
Letra: João Luís de Almeida
Música: Nélson Souza
Intérprete: Nelson Souza


Melhor arranjo
Essas faces frágeis (Bagé)
Letra e música: Mariana Portella
Intérprete: Niandra Lacerda


Melhor instrumentista
Hérick Vaz


Melhor intérprete

Alex Har

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...