ANO: 25 | Nº: 6208
23/12/2017 Cidade

Aumento nas contas de luz deve gerar demanda por energia solar

Foto: Tiago Rolim de Moura

É possível acompanhar a produção através do equipamento e aplicativos
É possível acompanhar a produção através do equipamento e aplicativos

Com a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para o reajuste de cerca de 30% nas contas de luz dos consumidores da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), a busca por projetos de geração fotovoltaica (solar) teve um aumento. A informação é da empresa Jardim Solar, criada no final de julho, que aponta o impacto da mudança de mercado.  Conforme o engenheiro eletricista João José Menezes Jardim, o acréscimo no valor da energia faz com que o investimento que antes retornava em seis anos, agora seja recuperado em 4,5 anos.

Jardim, que possui 15 placas instaladas na empresa, relata que sua conta de luz, por exemplo, girava em torno de R$ 560 e, num prazo de três meses, teve um decréscimo que garante apenas R$ 60 pela taxa de distribuição do próximo mês.

O engenheiro salienta que hoje é possível realizar projetos de pequeno, médio e grande porte através de financiamentos que têm juros baixos e somente com o valor que diminui da conta paga o investimento. Além disso, o crédito gerado pode ser utilizado por outra unidade consumidora, desde que esta esteja relacionada ao mesmo CPF (Cadastro de pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro de Pessoa Jurídica) da unidade consumidora responsável pela geração dos créditos.

Segundo o representante de vendas, Ciro Almeida, em Bagé há mais de 40 mil edificações e, mesmo com vários projetos em elaboração e cerca de 100 placas já instaladas pela empresa, as pessoas ainda estão receosas do investimento. “Realizamos os projetos com base na conta de luz”, disse.

Jardim salienta que para instalar um projeto é necessário conhecer a área para ver a viabilização. Após, o documento é encaminhado à CEEE, para análise técnica e, somente depois dos trâmites, é adquirido o equipamento. “É um excelente momento para investir neste tipo de energia”, enfatiza. O engenheiro afirma que, devido à demanda, os custos já estão ficando mais acessíveis, destacando que é possível realizar projetos a partir de R$ 8 mil.

Segundo o empresário, as pessoas podem buscar informações no site www.jardimsolarenergia.com.br ou pelos fones 3241-5791 e 99199-9210. A partir da instalação é possível acompanhar através do site e aplicativos o rendimento e produção diária.  

Retorno
O sistema de geração permite que energia excedente injetada pelo micro ou minigerador na rede da distribuidora seja compensada, gerando créditos equivalentes, para serem consumidos em um período de até 60 meses. O modelo é regulamentado pela resolução Normativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) número 482, publicada em abril de 2012.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...