ANO: 24 | Nº: 5959
28/12/2017 Segurança

Investigação conclui inquérito de 20º homicídio de 2017

Foto: Divulgação

Nicoly foi presa preventivamente
Nicoly foi presa preventivamente
Nicoly Linhares Silva, 21 anos, foi presa preventivamente, na manhã de ontem, em Hulha Negra. Ela é acusada de ser cúmplice do homicídio de Deivid Maicon Pereira Fernandes, 23 anos, ocorrido no dia 19 deste mês, no bairro Prado Velho. O crime foi cometido por um jovem 17 anos, namorado de Nicoly, que foi apreendido.
A prisão foi feita pela Primeira Delegacia com apoio da 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil. De acordo com a delegada Daniela Barbosa de Borba, titular da Primeira Delegacia, a investigação já tinha os dois como suspeitos no dia do crime. “Ouvimos uma testemunha e concluímos quem eram os autores. Representei pela prisão da Nicoly e pela apreensão do adolescente, o que foi deferido pelo poder Judiciário”, contou.
Daniela informou que a motivação seria passional. “Conforme apuramos, Nicoly teria um relacionamento com ambos e a vítima (Fernandes) estaria cometendo furtos na casa dela para pagar dívida de drogas com traficantes. O menor (acusado) descobriu e matou a vítima. A faca (utilizada no crime) teria sido entregue pela acusada”, explicou.
Em depoimento, a indiciada contou que namorava o acusado de 17 anos e que no dia dos fatos eles teriam usado drogas. Havia outro menor com o casal, na casa. Ela disse que não viu o momento do crime e que, posteriormente, percebeu seu namorado com a roupa coberta de sangue.
Ela contou também que o companheiro confessou que teria esfaqueado a vítima e que a ideia teria partido do outro menor que estava no local, pois ele já teria desavenças com Fernandes. O menor foi encaminhado para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), em Pelotas, e Nicoly foi encaminhada ao Presídio Regional de Bagé (PRB).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...