ANO: 25 | Nº: 6399
03/01/2018 Segurança

Oito pessoas morreram em acidentes no feriado de ano novo na Campanha gaúcha

Foto: Divulgação

Avião caiu e vitimou Luiz Alberto Coelho Souza, 65 anos, em Dom Pedrito
Avião caiu e vitimou Luiz Alberto Coelho Souza, 65 anos, em Dom Pedrito

Acidentes com mortes marcaram o final de 2017 e o início de 2018 na região da Campanha gaúcha. Uma família de egípcios morreu na noite do dia 31 de dezembro, no quilômetro 572, da BR-153, próximo à ponte sobre o Rio Camaquã, quando o veículo em que viajavam capotou. Também foram registradas uma morte no trânsito em Candiota e duas na área urbana de Bagé. E em Dom Pedrito, o tripulante de um avião agrícola morreu após a queda do aparelho.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante a Operação Viagem Segura/Rodovida de Ano Novo (entre sexta a segunda-feira), ocorreram 74 acidentes, no Rio Grande do Sul, totalizando 68 feridos e 14 mortes. Em Bagé, conforme informações do Posto da PRF, o acidente envolvendo os egípcios é a ocorrência de maior gravidade ocorrida no feriado de 1º de janeiro dos últimos cinco anos.


Tragédia na BR-153
A família egípcia vitimada no acidente da BR-153 se dirigia a Aceguá, onde comemorariam o ano novo na casa do amigo Yussef Izzat, que os aguardava. A última vez em que se comunicaram foi no domingo. A liberação dos corpos ocorreu apenas no início da tarde de ontem, em Bagé, e após foram levados para sepultamento no Cemitério Islâmico em Aceguá. Izzat conta que o sepultamento foi realizado às 15h de ontem.


Morte em Candiota
Em Candiota, por volta das 00h25 do dia 1º de janeiro, no quilômetro 151,7 da BR-293, o caçapavano Jhonatan Sena Pedroso, 24 anos, morreu após se envolver em um acidente de trânsito. Conforme o registro, o jovem estaria com a velocidade incompatível com a rodovia. Ele foi socorrido por populares até o hospital de Candiota, mas não resistiu aos ferimentos.


Colisão na avenida Itália
Silvio Marcelo Souza Dutra, 21 anos, e Maicol de Almeida Proença, 32 anos, morreram na madrugada do dia 1º de janeiro, após se envolverem em um acidente na avenida Itália, zona leste de Bagé. Conforme o registro de ocorrência, os dois estavam trafegando de motocicleta quando o veículo que Dutra conduzia colidiu contra a moto Yamaha que era conduzida por Proença.
Eles caíram e foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreram na Santa Casa de Caridade de Bagé. Dutra não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ambos estavam com ferimentos muito graves. Proença era chapista, solteiro, morava no bairro Passo das Pedras e deixa três filhos menores. Dutra trabalhava com serviços gerais, era solteiro e residia no mesmo bairro.

Acidente aéreo
Na tarde de sábado, um acidente aéreo com um avião agrícola, na zona rural de Dom Pedrito, vitimou Luiz Alberto Coelho Souza, 65 anos. De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), duas pessoas estavam a bordo da aeronave. Felipe Shimidt San Martins, 24 anos, saiu da aeronave e tentou auxiliar Souza, 65 anos, mas ele já estava morto.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...