ANO: 23 | Nº: 5836

Airton Gusmão

redacaominuano@gmail.com
Pároco da Catedral
06/01/2018 Airton Gusmão (Opinião)

O Amor de Deus é para todos

“A salvação, que Deus nos oferece, é obra da sua misericórdia. Por pura graça, Deus atrai-nos para nos unir a Si. Envia o seu Espírito aos nossos corações para nos fazer seus filhos, para nos transformar e tornar capazes de responder com a nossa vida ao seu amor” (Alegria do Evangelho, 112).
Celebramos neste primeiro final de semana do mês e do ano, encerrando o tempo litúrgico do Natal, a Festa da Epifânia, a manifestação de Jesus Cristo, luz e salvação de Deus, a todos os povos e nações.
Alguns magos vindos do oriente se deixaram guiar pela estrela e procuraram o Menino Jesus, o encontrando na casa, junto com Maria; ajoelhando-se diante dele e o adorando, oferecendo-lhe ouro (reconhecendo a sua realeza), incenso (a sua divindade) e mirra (todo o seu sofrimento redentor).
Esta festa anuncia que o Amor de Deus é universal, não excluindo ninguém. É o que insistentemente nos tem dito o Papa Francisco, com suas falas, exemplos e gestos: “Esta salvação oferecida pelo Menino Jesus é para todos. Eu gostaria de dizer àqueles que se sentem longe de Deus e da Igreja, aos que têm medo ou aos indiferentes, que o Senhor também te chama para seres parte do seu povo” (Evangelho da Alegria, 113).
Por isso, precisamos seguir o caminho dos Magos para o encontro com Jesus Cristo: estando atentos aos seus sinais hoje, na história, em nossa realidade; percebendo que Jesus é a Luz que traz a Salvação; colocando-nos decididamente a caminho para encontrá-lo; perguntando-nos, à luz da vida e da Palavra, o que precisamos fazer? 
Os Magos se colocaram a caminho, mesmo diante das dificuldades; mantiveram a esperança de encontrar o recém-nascido; ou seja, no fundo, se deixaram encontrar, pois Deus colocou no coração de todo ser humano o desejo por Ele, a necessidade de buscá-lo e encontrá-lo. Quantas pessoas que nós jamais imaginaríamos que estivessem abertas a Deus, foram alcançadas pela graça d’Ele e se abriram à sua Palavra e a acolheram em suas vidas?
Precisamos sempre nos dar conta de que Deus continua estendendo suas mãos para salvar o ser humano, mesmo diante de nossas resistências, fechamentos, indiferenças; porém, Ele nos convida a sair do nosso comodismo, da nossa preguiça espiritual, falta de pertença eclesial, não vivência do nosso Batismo, nos alertando: “Vós sois a luz do mundo... Brilhe a vossa luz diante das pessoas, para que elas vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus” (Mt. 5,14-16).
Reconheçamos que a salvação trazida pelo Menino Jesus é para todos e correspondamos ao desejo e a necessidade de buscar e encontrar o Senhor. Façamos a nossa parte. Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação e perseverantes na oração.
Lembramos que aqui em Bagé, de 11 a 20 deste mês, teremos a Novena e Festa de São Sebastião, na Igreja Catedral, com o tema: “São Sebastião e a superação da violência”. Divulguemos e participemos. Um Bom final de semana a todos e até uma próxima oportunidade.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...