ANO: 24 | Nº: 5959
11/01/2018 Cidade

Canto Moleque será realizado no Centro Cultural de Candiota

Foto: Divulgação

Evento anterior aconteceu em 2015
Evento anterior aconteceu em 2015

A 22ª edição do Canto Moleque da Canção Nativa acontecerá no Centro Cultural Candiota 1, na Vila Residencial, nos dias 23, 24 e 25 de março, junto com as comemorações de aniversário do município.

Esta é a primeira vez que o Canto Moleque acontece no local, cedido ao município pela Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), em 2014. A última edição do evento aconteceu em 2015, no Ginásio Dario Lassance.

Conforme o integrante da comissão organizadora do festival, Márcio Vieira, a intenção do Executivo municipal é utilizar o complexo em sua totalidade, tornando o prédio histórico, que sediou a primeira usina no município, em um local de intenso movimento cultural.

Inscrições

As inscrições para a competição iniciarão entre os dias 15 e 20 de fevereiro, com previsão para término em 10 de março. Ainda nesta semana, a comissão organizadora do festival, presidida pelo prefeito Adriano Castro dos Santos, do PT, se reunirá para discutir os prazos e pendências do evento, como os shows de encerramento e a escolha da comissão julgadora.

Vieira adianta que o Executivo pretende disponibilizar um sistema via internet, para que os competidores se inscrevam e mandem suas canções para a triagem.

Nesta edição, os concursos acontecem nas categorias mirim (masculino e feminino), juvenil (masculino e feminino) e especial (competição única). A estimativa é de que após a triagem, sejam oportunizadas 50 vagas no total, sendo dez para cada modalidade.


Etapa municipal

Segundo o secretário municipal de Cultura, Esporte e Juventude de Candiota, Fabiano Aquere, a comissão organizadora está trabalhando para a realização de uma etapa municipal da competição.

O secretário explica que a proposta tem o objetivo de valorizar os músicos locais, além de incentivar a produção musical no município. Também estão sendo tratadas as possíveis realizações de oficinas de música e seminários nas escolas.

 

Buscando recursos

Ontem, com o objetivo de diminuir os gastos públicos com festival, integrantes da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude de Candiota estiveram em Porto Alegre, buscando recursos de empresas públicas e privadas, ligadas ao município. O secretário da pasta afirma que os empreendimentos foram receptivos e encaminharam o pedido para análise. O evento foi reconhecido pela lei 14.887, de junho de 2016, como de relevante interesse cultural para o estado do Rio Grande do Sul. A expectativa é de que o evento nativista também receba fundos da Lei Rouanet.


Soberanas

A corte do 22º Canto Moleque foi escolhida no dia 2 de dezembro do ano passado, no Centro Cultural. As responsáveis pela divulgação e promoção do festival de música são a rainha Paola Largue, 20 anos; a primeira princesa, Renatha Moreira; e a segunda princesa, Letícia Antunes.

As candidatas passaram por três etapas de avaliação, sendo elas, a prova objetiva, a avaliação oral e o desfile. O tema das provas objetiva e oral foi a história de Candiota e do Canto Moleque. 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...