ANO: 25 | Nº: 6437
13/01/2018 Cidade

Prefeito avalia veto à lei que restringe circulação nas estradas rurais

O Executivo bajeense considera a possibilidade de veto ao projeto lei que regula o trânsito de veículos automotores pesados nas estradas rurais conforme as precipitações pluviométricas. A redação, aprovada pela Câmara, em dezembro do ano passado, proíbe o fluxo de caminhões em dias de chuva, visando a manutenção das vias. A legislação, proposta pelo próprio governo, foi debatida na tarde de quinta-feira, pelo prefeito Divaldo Lara, do PTB, com representantes da Associação e Sindicato Rural de Bagé, que manifestam posição contrária à medida.
Durante o encontro, o secretário municipal de Desenvolvimento Rural, Cléber Zuliani Carvalho, salientou a importância do debate entre o Executivo e a classe de produtores para que sejam encontradas melhores formas de atender às necessidades. “Foram apresentadas reivindicações por parte dos produtores e estamos dispostos a dialogar até que todos estejam satisfeitos e sintam-se ouvidos pelo governo municipal”, destaca.
Divaldo informou que uma nova solução é estudada como medida para a manutenção das estradas. “Estamos chegando a uma nova solução, com a criação de associações de produtores em todas as localidades rurais. A ideia é possibilitar a manutenção das estradas rurais através de parcerias entre as associações e a prefeitura”, adiantou. 
O petebista salientou, ainda, que nenhum projeto de lei elaborado pelo Executivo tem como objetivo prejudicar qualquer trabalhador. “A conversa foi esclarecedora para que possamos trabalhar unidos nesta questão”, afirma o petebista. A reunião encerrou sem posição sobre a legislação. A possibilidade do veto estaria vinculada “ao empenho mútuo na busca de novas soluções”.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...