ANO: 254 | Nº: 6355
15/01/2018 Opinião

Janeiro é mês de muito trabalho

Saúde

2018 iniciou movimentado na prefeitura, o trabalho não para e isso é muito bom.

Na Saúde, estamos ampliando os serviços. No ano passado aumentamos em 67% a oferta de exames, de 15.040 em 2016 passamos para 25 mil em 2017. A parceria com o Hospital Universitário Dr. Mário Araújo permitiu zerar a fila de espera para tomografia, ecografia e raixo-X com telelaudo. Havia pacientes que aguardavam há mais de seis meses. Agora vamos ampliar a disponibilidade para endoscopia, colonoscopia e mamografia. Ainda neste mês anunciaremos a novidade completa para a comunidade.

Estradas rurais

O secretário Cleber Carvalho Zuliani e eu debatemos, quinta-feira passada, com a representação da classe dos produtores rurais o projeto de lei sobre a circulação de veículos pesados nas estradas de produção. Tratamos das divergências, concordamos com a maior parte das reivindicações e fizemos nossa mea culpa, afinal preferimos fazer um bom governo consciente que ter a pretensão de sermos os donos da verdade. Se regular o trânsito de veículos pesados nas estradas do interior, conforme as chuvas, pode prejudicar a economia do município e de produtores, vamos dialogar até acertamos no ponto ideal do projeto. Um dos caminhos é a criação de associações por localidades rurais. Vamos em busca da melhor solução. É importante esclarecer que o projeto de lei foi elaborado pensando no melhor para quem trabalha no campo, jamais para prejudicar.

Tendas da feira livre

As 29 tendas distribuídas para feirantes e comerciantes de produtos artesanais na última sexta-feira representam, nesse início de 2018, a mudança que se configurará na cidade, deixando-a mais bonita, acessível e atraente para quem aqui vive e quem nos visita. Porém, é urgente que cada um faça a sua parte e não jogue lixo nas ruas. Dá para cuidar mais da nossa casa, basta querer.

Cidade de Santa Fé

Flávio Cantão e Clori Peruzzo são presidente e vice da Associação Centro Cultural e Turística Cidade de Santa Fé. O objetivo é erguer a cidade cenográfica, consolidar o local como espaço cultural e turístico, promovendo eventos e, assim, atrair visitantes. Como disse Cantão, “abraçando Santa Fé estaremos abraçando a cidade toda”. Que bom, parabéns!

Casa para quem precisa

Em junho de 2017 conquistamos para Bagé 1.164 moradias, que estão sendo divididas em quatro empreendimentos, dois loteamentos de casas e outros dois de apartamentos. Serão construídas 564 casas no bairro Morgado Rosa (zona leste) e outros 600 apartamentos na zona norte. O investimento é de 83 milhões de reais. Estou muito feliz em poder contribuir de maneira tão significativa para melhorar a vida de tantas famílias de nossa cidade. Isso é o que me move na política, ajudar as pessoas, fazer por quem mais precisa.

Famílias com renda baixa e que sonham com a casa própria devem procurar a Secretaria de Assistência, no KM 21.  

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...