ANO: 25 | Nº: 6359
18/01/2018 Fogo cruzado

Comitê em Defesa da Democracia e da candidatura de Lula é lançado em Bagé

Foto: Divulgação

Lançamento reuniu lideranças na sede do diretório municipal
Lançamento reuniu lideranças na sede do diretório municipal

O Comitê Popular Bagé em Defesa da Democracia e da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto foi lançado na noite de terça-feira, na sede do diretório municipal de Bagé. O presidente do partido no município, Flávius Borba (Dajulia), adianta que uma delegação composta por mais de 500 pessoas sairá da cidade, com destino a Porto Alegre, na próxima semana, para acompanhar o julgamento da apelação referente à Operação Lava Jato, envolvendo sete réus, entre eles o ex-presidente Lula, que ocorrerá no dia 24, na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).
Em discurso durante o lançamento do comitê, o deputado estadual Luiz Fernando Mainardi afirmou que a Justiça não pode ser instrumento da política. "Cada sede do PT, cada casa, cada sede de entidade deve se transformar em um comitê em defesa da democracia. Este é um momento importante, pois esses comitês estão sendo criados em todo o país e fazem parte das mobilizações para 24 de janeiro, dia do julgamento do Lula pelo TRF-4, a segunda instância. Ao lado de outros partidos de esquerda e dos movimentos sociais, o PT está empenhado para lutar por justiça, defender a democracia e se posicionar contra os desmontes cometidos por um governo ilegítimo e indesejado por todos. Lula já provou ser inocente, mas querem cassar o direito do povo brasileiro de tê-lo como candidato para reverter as reformas golpistas e a entrega do país para a elite e grandes corporações estrangeiras. Não vamos aceitar mais um golpe", pontuou.
O presidente do PT de Bagé classificou como muito importante o lançamento do Comitê em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato. "Contamos com a presença de várias pessoas preocupadas com os rumos de nossa democracia, conquistada a duras penas, com a morte e tortura de vários lutadores sociais, e que está ameaçada por um golpe dado nos trabalhadores e trabalhadoras. Isso mostra a nossa capacidade de reação e a força das organizações sociais do campo e da cidade”, disse, em referência às lideranças que acompanharam o lançamento.
O ato foi acompanhado pelo diretor estadual da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Milton Brasil, pelo presidente do Movimento dos Trabalhadores Desempregados em Bagé (MDT), Flávio da Silva, pelo ex-prefeito de Bagé, Dudu Colombo, pelo ex-presidente do Legislativo bajeense, Nasser Yusuf, pelo membro do diretório estadual do PDT, Sapiran Brito, pelo líder da bancada petista na Câmara de Bagé, vereador Lélio Lopes (Lelinho), pelo presidente do Sindicato dos Bancários e representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Valdemir Saraiva Lopes, pela representante da comunidade LGBT, Bruna Delgado, pela representante do Movimento Comunitário, Catarina Gomes Moreira, pela secretária regional de Formação Política, Janise Collares, pela representante da Marcha Mundial das Mulheres, Gladis Lucas, pela integrante da Executiva do PCdoB, Vera Brião, e pela presidente do 17º Núcleo do Cpers/Sindicato, Delcimar Delabary.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...