ANO: 26 | Nº: 6523
29/01/2018 Esportes

Competição internacional reúne 600 atletas em Bagé

Foto: Jaqueline Muza/ Especial JM

Times ficaram alojados no Militão e na Escola Arnaldo Farias
Times ficaram alojados no Militão e na Escola Arnaldo Farias

A 1ª Copa Internacional Rainha da Fronteira encerrou ontem, no Complexo Esportivo Presidente Médici (Militão). Equipes de diversas cidades do estado, do Uruguai, Chile e Argentina participaram dos jogos de futebol nas categorias sub 11, sub 13, sub 15 e sub 17, além do futebol feminino.
O secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), João Schardosim explica que a edição do certame contou com mais de 600 atletas. “Os jogadores do Chile, mesmo, viajaram durante três dias de ônibus para competir. Espero que esta Copa se torne referência no Sul do estado”, completa.
Diversos times com cunho social, como o projeto Construindo o Futuro, da Sejel, participaram da ação. “Além de ter uma interação, o importante é a motivação para dar seguimento nos projetos sociais destas cidades. Conseguimos alojamentos no Militão e também na Escola Arnaldo Farias. Tivemos apoio de diversas empresas para alimentação dos jovens. Foi um evento muito importante”, ressalta.
Schardosim enfatiza que ainda há muito a melhorar e fazer crescer a competição. “Queremos mais participações no ano que vem. Esperamos contar com equipes de diversos locais do país, trazer times grandes, movimentar a cidade em prol dessa Copa”, salienta.
O campeão da categoria sub 17 foi o Vasco de Rio Grande. O projeto Construindo um Futuro ficou com o segundo lugar, seguido pelo Genoma Colorado, de Candiota. Na tarde de ontem, foram disputadas as finais do feminino, do sub 11, do sub 13 e do sub 15.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...