ANO: 24 | Nº: 6057

Rosane Coutinho

02/02/2018 Caderno Ellas

O recanto mágico do Jardim Espanhol de Maritza Perez

Foto: Divulgação

Maritza Perez, dona do
Maritza Perez, dona do "jardim secreto"

O Editorial de Decoração de hoje, trás o jardim de Maritza Perez, que o conceitua como uma fonte de energia vital para ela e sua família. De ascendência espanhola, a admiradora desta cultura transferiu todos os seus gostos para o seu recanto pessoal. O jardim é uma terapia pessoal, onde Maritza trabalha com as mãos, sem luvas, na terra, pois precisa mexer e sentir toda a sua energia. Ela conta que aprendeu, desde pequena, com seu avô a ter esse contato. Mas quando foi morar nesta casa, ela visualizou seu Jardim Espanhol. Maritza lembra que durante toda a sua infância teve contato com a cultura espanhola e se inspirou nela para construir seu jardim. Os arcos e colunas do espaço são de inspiração espanhola, que segundo ela trazem influências da arquitetura greco-romana, além dos pátios internos abertos. Já os azulejos são de inspiração árabe. “A visão romana é mais despida, as linhas árabes são maravilhosas e a cultura espanhola agregou todas as qualidades”, detalha. Maritza conta que nunca soube gostar de jardins formais, com canteiros retos, aparados e arbustos podados, sempre privilegiou os jardins festivos e livres. No pátio desta fiel admiradora da Espanha, podemos desfrutar da beleza da arquitetura dos arcos, colunas, chafariz e estátuas. “Enquanto mexo na terra é como se fizesse meditação profunda, minha mente se esvazia e aproveito muito a energia poderosa da terra. Por isso que coloco as mãos direto nela. Eu gosto de bastante flores. Aprecio esses ambientes de pátios internos, porque fica protegido, como um jardim secreto, é uma fonte de energia que irradia para toda a casa”, explica. 

Através de uma escada caracol ainda é possível admirar o terraço que acompanha o mesmo estilo, incluindo o sombrite que protege as plantas do sol do verão e das geadas no inverno. Algumas variedades da natureza que se encontrou por lá: Hibisco, Dipladenia, Impatiens, Bouganville.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...