ANO: 25 | Nº: 6379
07/02/2018 Cidade

Prefeitura de Hulha Negra distribuirá cestas básicas recebidas do governo estadual

Foto: Eder Pereira/Ascom Hulha Negra

Os alimentos serão entregues às famílias mais atingidas pela estiagem que assola o município
Os alimentos serão entregues às famílias mais atingidas pela estiagem que assola o município

A Prefeitura de Hulha Negra recebeu, ontem, 200 cestas básicas e 200 kits de higiene, que serão entregues às famílias afetadas pela estiagem. O auxílio do governo do Estado foi articulado pelo prefeito Renato Machado, do PP, durante agenda em Porto Alegre, na semana passada.
O progressista também pediu a perfuração de três poços artesianos (zona urbana, assentamento Santa Elmira e Comunidade Nova Esperança), 350 reservatórios de água de 500 litros e ainda fez o pedido do empréstimo de uma escavadeira Poclain. A máquina será usada na escavação e manutenção de açudes no interior do município.
Na segunda-feira, 5, dois funcionários da prefeitura se deslocaram com um veículo da frota do município até Cachoeirinha, na região metropolitana do Estado. Ontem, pela manhã, eles carregaram as cestas básicas e foram até Porto Alegre, onde buscaram os kits de limpeza na Base da Defesa Civil, localizada no Instituto Riograndense do Arroz (Irga).
Conforme a assessoria de imprensa da prefeitura de Hulha Negra, a entrega dos materiais vai beneficiar apenas as famílias que tiveram perdas em razão da estiagem. Renato Machado explica que a entrega vai seguir um cronograma. “O nosso pedido foi de 300 cestas básicas, porém, foram enviadas 200 cestas. Vamos nos ater ao critério que será estabelecido para a entrega para poder distribuir o quanto antes às famílias que foram mais prejudicadas por causa da estiagem”, disse o prefeito.

Decreto
O município está em situação de emergência em toda a área rural e urbana, afetadas pela estiagem desde o final do ano passado. De acordo com levantamento elaborado pelo escritório municipal da Emater, o município apresenta perdas na cultura da soja, leite, sorgo e milho. O prejuízo total de perdas agropecuárias, segundo o laudo, ultrapassava R$ 8 milhões. Apenas na pecuária, o montante totalizava R$ 644.423,25.

Homologação
O município aguarda, agora, o reconhecimento do Estado e da União, com relação à situação de emergência. A homologação se dá através de uma publicação no Diário Oficial. Com o reconhecimento, Hulha Negra passa a ter uma garantia quanto a benefícios como ajuda humanitária, dispensa de processo licitatório, repasse de recurso, auxílio em obras de restabelecimento por meio de Planos de Trabalho, entre outros.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...