ANO: 24 | Nº: 6106
10/02/2018 Cidade

Ponte que liga bairros Alcides Almeida e Mingote Paiva será inaugurada até final do mês

Foto: Tiago Rolim de Moura

Ponte está interditada para que não haja movimentação até ser finalizada
Ponte está interditada para que não haja movimentação até ser finalizada

Após três anos de espera, com reclamações de moradores que enfrentam dificuldades para circular entre os bairros Alcides Almeida e Mingote Paiva, a ponte que liga as localidades, situada na rua José Otávio, será inaugurada neste mês. A informação vem da assessoria de imprensa da Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra). A data de entrega ainda não foi divulgada, mas a ocasião deve ser assinalada por uma solenidade com presença de autoridades do município.

Conforme a chefe de gabinete da pasta, Flávia Prestes Souza, a estrutura está praticamente concluída, faltando apenas alguns detalhes no acabamento e pequenos arremates. O local se encontra interditado, e com barreiras de terra, para impedir que haja movimentação na ponte até que a mesma seja finalizada.

A reivindicação pela obra iniciou pelo motorista de caminhão Cleomar Pereira Gonçalves. Morador do bairro Alcides Almeida, ele agradece aos responsáveis pelo trabalho. Para Pereira, a ponte é uma das melhores obras para a comunidade da região, na qual mora há 47 anos. A emoção é tanta que ele pensou em cancelar a viagem que havia programado para o feriado de Carnaval após ouvir boatos de que a ponte poderia ser entregue no domingo. Até porque quer estar presente na cerimônia.

Em janeiro de 2015, os moradores sofriam para se locomover entre os bairros, tendo apenas uma ponte para pedestres, sendo que a estrutura não se encontrava em boas condições. Pereira esteve várias vezes na prefeitura, ainda na gestão de Dudu Colombo. Na época, o Executivo construiu uma nova ponte. A estrutura ficou no pátio do Centro Administrativo por vários meses.

No início da nova gestão, o secretário da Seinfra, Ronaldo Hoesel, instalou a estrutura no local, mas ainda faltavam as madeiras, que somente foram colocadas no final de setembro do ano passado, com material cedido pelo Ibama, oriundo de uma apreensão de transporte ilegal. Na época, a previsão de conclusão era de uma semana.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...