ANO: 24 | Nº: 5942
10/02/2018 Cidade

Trabalhadores atuantes junto à rodoviária avaliam projeto de revitalização

Foto: Arquivo JM

Intervenção promete alterar atual cenário
Intervenção promete alterar atual cenário

Faltando apenas a resposta de um dos condôminos para ser aprovado o projeto formulado pela empresa Nicolini, que pretende viabilizar a revitalização de toda a estrutura da Estação Rodoviária de Bagé, a comunidade que trabalha no local está ansiosa para ver as melhorias sendo executadas.
Ricardo Farias, um dos condôminos a aprovar o projeto, proprietário de uma loja de confecções e variedades,  conta que seu estabelecimento, localizado no interior da estrutura, ao lado do supermercado, será deslocado junto à Viação Ouro & Prata, para onde funcionava o antigo “Bar da Estela”. O empresário acredita que a reforma ajudará em seus negócios, pois, para ele,  o atual cenário da rodoviária não é atrativo, tampouco eficiente.
A revitalização do local também ajudará na realização do trabalho dos taxistas, que serão reposicionados para o local onde hoje fica um dos estacionamentos. Uma tela protetora sairá da porta frontal da rodoviária, chegando até o local onde os táxis estarão estacionados. Isso possibilitará que passageiros que buscam o serviço não se molhem ao entrar no veículo em dias de chuva. O taxista Leonardo Garcia  revela que outro pedido dos motoristas foi que uma parcela dos táxis se concentre nas proximidades dos boxes, pois, atualmente, outros profissionais aproveitam o ponto, tirando clientela.

 

Projeto

A lei que permite o investimento de, aproximadamente, R$ 1 milhão em um sistema de permuta foi sancionada pelo prefeito Divaldo Lara, do PTB, no fim de janeiro. A rede de supermercados arcará com o custo da obra e, em troca, poderá utilizar a área aos fundos do mercado e parte da área do saguão para ampliar a estrutura da loja. 

Prazos

Conforme o gerente de Marketing da rede Nicolini, Selmo Dias, o projeto já foi apresentado à gerência da única empresa que falta dar a aprovação. Dias afirma que após o pronunciamento desse condômino, a rede dará andamento nos trâmites, com a escritura pública da permuta e o Registro de Imóveis. Após serem finalizados tais procedimentos, a obra deve iniciar em 30 dias. O prazo previsto para conclusão da reforma é de 10 meses após seu início, com possibilidade de prorrogação para mais 90 dias.


Reformas
A reforma prevê melhorias como a troca de piso, forro e pintura de toda a área externa e partes internas (de uso comum, não privativas) da rodoviária, além de impermeabilização das lojas. 
Os banheiros serão reformulados e reposicionados entre o local onde hoje está o banheiro feminino e a sala de espera do local, que dará origem ao banheiro masculino. O gerente também salienta que a estrutura inteira atenderá o Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI).
Visando melhor atendimento às pessoas que esperam ou desembarcam na estação, o projeto também conta com uma área coberta, que será estendida entre a área dos boxes e o ponto de táxi. 
  
Área de lazer
No projeto também consta a restauração do painel ao lado do supermercado, o qual será envolto por uma estrutura de madeira que receberá um chimarródromo. A pintura, de autoria do uruguaio Ubaldo Cosio, faz parte de um conjunto de painéis que integram o patrimônio artístico da cidade, encontrando-se na rodoviária desde 1978. As demais obras, localizadas em frente ao ponto de táxi e na rampa da rodoviária, também serão restauradas.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...