ANO: 24 | Nº: 6057
16/02/2018 Cidade

Horário de verão termina amanhã

Foto: Tiago Rolim de Moura

Relógios devem ser atrasados em uma hora
Relógios devem ser atrasados em uma hora

O horário de verão acaba amanhã. Brasileiros das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão atrasar seus relógios em uma hora, a partir da virada de sábado para domingo, quando encerra o período que entrou em vigor no dia 15 de outubro de 2017.  

Conforme informações publicadas no site oficial do Governo Federal, o objetivo do horário é aproveitar o maior período de luz solar possível para economizar energia. Na manhã de ontem, a reportagem do Jornal MINUANO foi às ruas de Bagé para perguntar aos cidadãos sobre como a medida influencia suas vidas.

Para as amigas Maria Auxiliadora Barcelos, 66 anos, e Neidimara Gonçalves, 42 anos, a dificuldade de se adaptar ao horário de verão é bem maior que a volta para o original. As donas de casa contam que o mais complicado é se acostumar com a hora do almoço e acordar, mas acreditam que a troca é melhor para aqueles que trabalham e podem voltar para suas casas antes de anoitecer.

Já para a comerciante Rafaela Ramires, 26 anos, a mudança é de difícil adaptação, mas é boa para aproveitar o dia após o trabalho, tendo mais tempo para passar com sua família e amigos.

O vendedor autônomo Glênio Lopes, 56 anos, conta que se adapta melhor à volta do horário original. Ele acredita que o horário de verão não tem influências positivas para seu trabalho, fora que lhe deixa mais cansado para atuar em sua profissão.

 

Economia

Segundo o balanço do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em 2013, o Brasil, com essa providência, economizou R$ 405 milhões, porém, esse número vem decaindo, sendo que, em 2016, o valor da economia se manteve R$ 147,5 milhões.

No final do ano passado, o governo federal sinalizou para a possibilidade de abolir o horário de verão, por não haver consenso quanto à relação com a economia de energia elétrica. Apesar disso, acabou apenas abreviando o período 2018/2019 em duas semanas, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para facilitar a apuração dos votos das eleições. Com isso, o horário de verão de 2018 passará a ser adotado no primeiro domingo de novembro.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...