ANO: 25 | Nº: 6330
19/02/2018 Cidade

Rede municipal de ensino prepara implantação do método Montessori nas escolas de Educação Infantil

Foto: Tiago Rolim de Moura

Palestra busca mostrar funcionamento e resultados do sistema
Palestra busca mostrar funcionamento e resultados do sistema

Sexta-feira e sábado foram dias dedicados à aprendizagem e descobertas para professores, funcionários e equipe diretiva das escolas de Educação Infantil do município. A formação, promovida pela Secretaria de Educação e Formação Profissional (Smed), busca capacitar os profissionais para atuarem com o método montessoriano de educação.
Com ênfase no desenvolvimento infantil, durante a primeira infância, e com aplicação universal, o Método Montessori parte do princípio de que todas as crianças tem a capacidade de aprender através de um processo que deve ser desenvolvido espontaneamente a partir das experiências efetuadas no ambiente, que deve estar organizado para proporcionar a manifestação dos interesses naturais, estimulando a capacidade de aprender fazendo e a experimentação da criança, respeitando fatores como tempo e ritmo, personalidade, liberdade e individualidade do aluno.
A secretária de Educação, Adriana Lara, explica que a intenção da formação continuada é capacitar os professores para a implantação da filosofia montessoriana na rede, que conta com três mil alunos em idade de Educação Infantil. A intenção é que o ano de 2018 seja piloto, com o desenvolvimento e aplicação das métodos montessorianos. "Na sexta-feira, foram capacitados os professores, berçaristas, atendentes e merendeiras e hoje, é o dia das equipes diretivas conhecerem um pouco mais sobre a importância do método para o desenvolvimento das crianças", explica.
Durante o ano, os professores continuarão com formações. Ao todo, serão 100 horas distribuídas em 10 encontros. E a responsável por ministrar essas aulas e palestras será Carla Ramires, especialista no método e atuante na área há mais de 30 anos. Proprietária de uma escola especializada no método em Capão da Canoa, ela explica que o sistema ainda é pouco utilizado no País, mas é uma das principais linhas de ensino em outros países, como Estados Unidos.
Sobre as diferenças entre o método tradicional e o montessoriano, ela aponta: " A filosofia montessoriana forma cidadãos mais autônomos, críticos, curiosos. É uma formação não só para a escola, mas também para a vida. A função da educação na vida da criança é construir um adulto mais crítico, inteligente e capaz".
Diretora do Centro Municipal de Educação Mélanie Granier, a primeira escola a ser anunciada com o método na rede municipal, Fernanda Furtado de Moura afirma que esse é o momento de desconstrução da educação, já que após tantos anos utilizando o mesmo método de ensino, a rede, agora, trará uma nova visão, que valoriza o interesse dos estudantes. "A princípio, vamos começar trabalhando com traços montessorianos, porque nossa formação ainda está em andamento ", destaca.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...