ANO: 25 | Nº: 6262
27/02/2018 Cidade

Volta às aulas da rede estadual marca movimento intenso na Escola Justino Quintana

Foto: Tiago Rolim de Moura

Colégio é um dos maiores da região
Colégio é um dos maiores da região

A segunda-feira em Bagé foi marcada pela volta às aulas dos alunos da rede estadual de ensino. Pela manhã, a movimentação foi intensa na Escola Estadual de Educação Básica Professor Justino Costa Quintana, a maior da região, onde eram esperados mais de 1,5 mil alunos, na companhia de seus familiares. No primeiro dia do ano letivo, os estudantes foram divididos em grupos e recepcionados pela equipe diretiva e pedagógica da instituição. 

Conforme a diretora da escola, Sônia Barbosa, o primeiro grupo foi recepcionado às 7h30min, sendo formado por familiares e estudantes do Ensino Médio e do oitavo e nono ano do Ensino Fundamental. Na oportunidade, os pais e responsáveis receberam orientações da equipe da instituição, onde foram apresentados os professores e salas de aula, além de serem discutidas as necessidades do cumprimento dos horários de entrada e saída e as questões envolvendo o racionamento da água em Bagé. "O racionamento é uma realidade em todo o município. Então estamos pedindo que, neste primeiro momento, os alunos tragam a água para consumo, de suas residências", disse a diretora.

Sônia adianta que, a partir da semana que vem, a escola passará a chamar os responsáveis pelos estudantes para reuniões com maior amplitude de assuntos, quando, além de maior aprofundamento nas questões já comentadas, também serão tratados calendário escolar, sistema de avaliação e atividades complementares.

A ex-aluna da escola Tatiana da Silva Machado conta que seu filho Lucas, de 11 anos, cursará o sexto ano do Ensino Fundamental. Ela comenta que o menino está no Justino Quintana desde a pré-escola, sendo que, entre 2013 e 2016, devido às reformas no prédio, precisou ter aulas na Universidade da Região da Campanha (Urcamp). A mãe afirma que a qualidade do ensino, além da atual estrutura da escola e a proximidade do centro de Bagé, são os maiores atrativos da instituição, o que explica grande procura pelas vagas. "O ensino da escola nunca perdeu a qualidade. Se depender de mim, ele vai continuar estudando aqui até se formar no Ensino Médio", declara.

A profissional de serviços gerais Mafalda dos Santos conta que sua filha Isabela, de 6 anos, está iniciando o primeiro ano do Ensino Fundamental. Ela comenta que já foi apresentada à professora e à sala de aula de sua filha e está bastante satisfeita com a estrutura do local.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...