ANO: 25 | Nº: 6335
01/03/2018 Fogo cruzado

Rainha da Fronteira deve receber debate regional sobre autismo

Foto: Divulgação

Lopes e Paladini articulam evento para o dia 17 de março
Lopes e Paladini articulam evento para o dia 17 de março

Uma articulação entre o deputado estadual Catarina Paladini (PSB) e o vereador Lelinho Lopes (PT) pretende trazer para Bagé uma espécie de audiência, de âmbito regional, para tratar do tema autismo. Acertos sobre a agenda ocorreram ontem, em Porto Alegre, quando os parlamentares se reuniram.

Conforme Paladini, proponente da lei, apresentada na Assembleia Legislativa, que cria a Política Estadual de Atendimento a Pessoas com Diagnóstico de Autismo no Estado do Rio Grande do Sul, a discussão é importante. “É preciso trabalhar e fortalecer o debate para aumentar a conscientização sobre o tema em toda a sociedade, bem como qualificar e ampliar a rede de atendimento”, declarou o parlamentar do PSB.

Por sua vez, Lopes comentou sobre sua atuação quanto ao assunto. “Como eu já faço o debate na Câmara desse tema, propondo sessões ao Grupo de Pais e Amigos dos Autistas de Bagé, há alguns anos, e participo com eles das atividades no dia 2 de abril, que é a data alusiva ao Dia Mundial de Conscientização ao Autismo, tratei sobre esse tema com o deputado que há anos levanta a bandeira e trata dessa pauta na Assembleia, que é o Catarina. Precisamos de mais políticas que dialoguem com esse tema. Com esse intuito vamos realizar um debate regional”, disse o vereador ao antecipar que a agenda deve ocorrer no dia 17 de março. “A ideia é que seja no salão nobre da prefeitura ou na Câmara de Vereadores”, completou.

Aliás, Lopes frisou que “o autismo, quando tratado no início da vida, pode fazer com que as pessoas quando adultas desenvolvam qualquer profissão. Exemplo do jogador Leonel Messi, que foi diagnosticado aos 8 anos”, disse.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...