ANO: 25 | Nº: 6282
03/03/2018 Fogo cruzado

Queda na receita corrente líquida preocupa

O secretário de Economia, Finanças e Recursos Humanos de Bagé, José Otávio Gonçalves, demonstrou preocupação ao anunciar, na sexta-feira, uma queda na receita corrente líquida junto ao caixa do Executivo. Segundo ele, a redução, no comparativo entre 2016 e 2017, se aproxima dos R$ 6 milhões.
Em nota, o governo alegou que o somatório das receitas tributárias do governo, referentes a contribuições patrimoniais, industriais, agropecuárias e de serviços, deduzidos os valores das transferências constitucionais, teve uma queda significativa não registrada há tempos. "Segundo certidão emitida pelo Tribunal de Contas do Estado, houve uma queda de 2,12% no valor que, em 2016, foi de R$ 279.837.636,84 e, em 2017, registrou a redução de R$5.943.004,03", mencionou o informe.
"Desde 2010, não temos uma redução tão impactante. É importante a comunidade ter conhecimento das dificuldades que enfrentamos e comparar aos investimentos que realizamos em infraestrutura e no desenvolvimento de nossa cidade", justificou.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...