ANO: 24 | Nº: 5959
13/03/2018 Cidade

Unidos da Estrela D’Alva é tricampeã do Carnaval de rua em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Apuração aconteceu por volta das 11h no Palacete Pedro Osório
Apuração aconteceu por volta das 11h no Palacete Pedro Osório

Um misto de descontração e ansiedade tomou conta do Palacete Pedro Osório na manhã de ontem. A leitura do relatório final referente ao desfile das escolas de samba, ocorrido no sábado, antecedeu a divulgação dos resultados do Carnaval de rua de Bagé. Foram 11 quesitos avaliados pelos jurados: abre-alas, comissão de frente, casal de passistas, enredo, evolução, alegorias e adereços, bateria, samba-enredo, harmonia, fantasia e mestre-sala e porta-bandeira. E, após o anúncio das notas, os membros da Unidos da Estrela D'Alva que comemoraram, não apenas o título de 2018, mas o tricampeonato da entidade.

A escola, neste ano, levou para a avenida a trajetória de Maria Luísa Teixeira da Luz (Marilu), atriz e professora de Artes da Urcamp, na época do Cenarte. A composição da escola contou com artistas performáticos e cortinas de teatro, remetendo à vida cultural da homenageada. Já a segunda escola colocada, Grêmio Recreativo e Cultural Império da Zona Leste, estreante em 2018, teve como samba-enredo “Divaldo Lara - O menino do Morro da Cebola” e ficou com o vice-campeonato, com uma pontuação inferior de apenas seis décimos.

O presidente da escola campeã deste ano, Luís Carlos Parodes, se disse satisfeito com o resultado obtido. “Fizemos um bom trabalho, com muita dedicação. Foi sofrido, mas a recompensa veio. O ponto alto de tudo isso é que não ofendemos ninguém, respeitamos todos os carnavalescos e conseguimos fazer um Carnaval limpo. Isso tudo, o resultado, é fruto do nosso trabalho”, pontua.
Já o presidente da estreante Império da Zona Leste, Émerson Jardim, analisa o desfile de 2018 como desafiador. “O que tinha para se fazer, a Império fez. O nosso maior desafio era entrar na avenida. Já somos campeões só em colocarmos nossa escola para desfilar. Se houver Carnaval ano que vem, a Império com certeza estará na avenida de novo”, garante.

Mudanças aprovadas

O presidente da Associação Cultural de Escolas de Samba de Bagé (Acesb), Neimar Rodrigues, parabenizou as duas escolas participantes pela coragem ao encarar, depois de 20 anos, a principal avenida da cidade, divertindo foliões e garantindo a animação do público madrugada adentro. “As duas escolas fizeram um excelente trabalho. É óbvio que existem critérios a serem avaliados para que o Carnaval cresça. Mas tanto a Estrela D’Alva quanto à Império estão, sim, de parabéns. Foram as escolas que retomaram o Carnaval de rua de Bagé”, destaca.

Ao ser perguntado sobre a projeção e organização dos festejos de 2019, Neimar foi pontual. “Vamos trabalhar para melhorar cada vez mais. As entidades precisam se organizar mais. Temos, hoje, uma bela estrutura, mas ainda nos falta um pouco de organização. Não há, ainda, muito que ser dito, ao não ser que faremos o possível para conseguirmos manter os desfiles de Bagé em 2019”, conclui.

Mimosas do Jacaré vence nos blocos burlescos
Também foram conhecidos, na manhã de ontem, os vencedores na categoria burlesca, cujo desfile ocorreu no domingo. O bloco Mimosas do Jacaré levou o principal título, seguido de Os Gatões e Zebra, respectivamente. 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...