ANO: 25 | Nº: 6233
14/03/2018 Cidade

Retomadas aulas do projeto Fábrica de Gaiteiros

Foto: Rodrigo Sarasol

Iniciativa conta, na atualidade, segundo o governo, com 88 alunos
Iniciativa conta, na atualidade, segundo o governo, com 88 alunos
Iniciado em 2014, o projeto Fábrica de Gaiteiros está prestes a comemorar quatro anos de atividade na cidade. Disponibilizado através da parceria com o Instituto Renato Borghetti, com matriz em Barra do Ribeiro, o programa desenvolvido pela Prefeitura de Bagé reiniciou as aulas em 2018.
Coordenado pelo professor Augusto “Maradona”, o projeto encerrou 2016 com 50 alunos matriculados. Em abril do ano passado, mais 21 vagas foram abertas e preenchidas, ficando alguns alunos no aguardo. Na atualidade, são 88 alunos, divididos em 12 turmas, aprendendo a tocar gaita. 
As aulas, que são ministradas no terceiro andar da biblioteca pública, reiniciaram nesta segunda-feira, inclusive com alunos que começaram ainda no primeiro ano das atividades e continuam frequentando o projeto.
Ontem, o conselheiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e presidente do grupo de cavalarianos Rainha da Fronteira, Mirabeau Borba dos Santos, esteve no local e matriculou o filho, “É extraordinário ter um serviço como estes em Bagé. Aqui, os alunos podem desabrochar um talento que até então não sabiam que tinham. Meu filho me pedia há tempos para vir até aqui e, neste final de semana, resolvi que ia trazer e consegui a matrícula. Em tempos em que identidade cultural está muito movimentada, temos que colaborar para preservar o tradicionalismo”, argumentou.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...