ANO: 25 | Nº: 6309
17/03/2018 Fogo cruzado

Dilma deve integrar caravana de Lula

Foto: Divulgação

Nomes foram confirmados após plenária, realizada na quinta-feira
Nomes foram confirmados após plenária, realizada na quinta-feira

A presença da ex-presidente Dilma Rousseff na comitiva que deve integrar a quarta etapa da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Brasil, que inicia em Bagé, na segunda-feira, 19, foi confirmada pelo PT. Os nomes do ex-governador Tarso Genro, do deputado estadual Luiz Fernando Mainardi e do deputado federal Paulo Pimenta também foram adiantados, na sexta-feira, 16, pelo presidente do diretório bajeense do PT, Flávius Borba (Dajúlia).
A caravana do ex-presidente, iniciada no ano passado, passou por estados do Nordeste, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, antes de chegar à região Sul. Do ponto de vista institucional, o ato é encarado como uma forma de mensurar o resultado das políticas públicas desenvolvidas pelos governos petistas. No Rio Grande do Sul, ainda na segunda-feira, Lula deve cumprir agenda em Santana do Livramento, onde participa de uma conversa com o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica. O roteiro inclui Santa Maria, São Borja, São Miguel das Missões, Cruz Alta, Palmeira das Missões, Ronda Alta, Passo Fundo e São Leopoldo. No Sul do País, o itinerário da caravana passa por cidades de Santa Catarina e encerra em Curitiba, capital paranaense.
Lula retorna à Rainha da Fronteira após 13 anos. A última agenda do petista na região foi cumprida em Candiota, em 2006, durante lançamento da obra da Fase C do complexo termelétrico a carvão, administrado pela Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE). Em Bagé, a visita inclui o campus da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). A instituição foi criada durante a gestão do petista.
Dajúlia destaca que o PT bajeense definiu uma agenda de mobilização para o ato, durante plenária realizada na quinta-feira, 15. A estratégia inclui atividades nos bairros, que devem ser realizadas durante o final de semana.


Mobilização contrária

A caravana de Lula enfrenta resistências na cidade. Quatorze dos 17 vereadores assinaram uma moção de repúdio à visita do ex-presidente. A posição, proposta por Antenor Teixeira, do PP, foi aprovada pelo Legislativo, no início do mês. O progressista justifica que a medida foi proposta em função do ‘mal-estar em receber um condenado pela Lava Jato’. Lula também deve enfrentar protestos na avenida Santa Tecla, no acesso à Unipampa. Uma mobilização contrária à presença do petista, em Bagé, promete reunir lideranças e representações de entidades de classe.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...