ANO: 24 | Nº: 8084
21/03/2018 Cidade

Relógio do Calçadão voltará a funcionar

Foto: Tiago Rolim de Moura

Estrutura espera por instalação de motores para ser reinaugurada
Estrutura espera por instalação de motores para ser reinaugurada

Após anos sem funcionar, os ponteiros do relógio instalado no Calçadão de Bagé voltarão a se mexer. A estrutura, que inicialmente pertencia ao antigo Mercado Público Municipal e que serve, na atualidade, como ponto turístico na Praça das Bandeiras, passou por reformas internas e revitalização externa, realizadas pela Secretaria Municipal de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos (Geplan).
Representando o titular da pasta, Eduardo Deibler, o assessor administrativo da secretaria, Armandino Lima Ferreira, explica que a estrutura já se encontra em condições de funcionar e está esperando apenas a instalação de motores para ser reativada. Ferreira estima que a obra seja inaugurada já nesta semana.
O projeto realizado pela Geplan é de autoria do arquiteto Sandro Martinez. A ação contou com modernização na estrutura elétrica, limpeza interna, troca de peças enferrujadas e a retirada dos vidros quebrados.
O assessor conta que o investimento da prefeitura para reativação do relógio foi de R$ 4,2 mil, sendo que, em uma pesquisa de orçamentos, receberam propostas de até R$ 34 mil. Ou seja, o valor investido não é considerado alto.

História

Conforme o site da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, o relógio é de fabricação francesa e datada de 1917. Após a demolição do Mercado Público, a estrutura ficou guardada por anos, até que, em 7 de setembro de 1983, foi instalada na praça onde se encontra até hoje. As colunas que atualmente o sustentam foram projetadas pelos arquitetos Maria de Lourdes Costa e Sérgio Coirolo.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...