ANO: 24 | Nº: 5982
23/03/2018 Campo e Negócios

Importação de soja pela China deve bater recorde

As importações chinesas de soja atingirão o recorde de 100 milhões de toneladas na próxima temporada (2018/2019), impulsionadas pelo crescimento incessante das regiões de consumo. É o que aponta uma projeção feita pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), de Beijing. O órgão, em suas primeiras previsões para a temporada, previu que as compras do grão aumentariam em três milhões de toneladas em relação às 97 milhões de toneladas do atual período.
“O consumo chinês de carne, frutos do mar, óleos vegetais e soja para processamento de alimentos continua seu crescimento implacável, impulsionado pela crescente afluência, urbanização e expansão das preferências do consumidor”, afirmou em relatório o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Também, segundo o adido do USDA, “a demanda da indústria chinesa de esmagamento de soja continua forte”.
A T&F Consultoria Agroeconômica, por sua vez, aponta que segue forte no mercado a pressão na China por restrições comerciais às importações de soja dos EUA, último sinal de tensão comercial entre os dois países. “Embora com a China prevendo a necessidade de 100 milhões de toneladas de soja em 2018/19, que não podem ser compradas apenas do Brasil, as restrições podem ser improváveis”, aponta o analista do grupo Luiz Fernando Pacheco. 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...