ANO: 24 | Nº: 6108

Norberto Dutra

redacaominuano@gmail.com
Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade
24/03/2018 Norberto Dutra (Opinião)

Jesus sabia que havia um tempo certo e um errado para abordar as pessoas

Existe um tempo ideal para tudo. Existe um tempo certo para abordar as pessoas. Suponha que você queira um aumento de salário. Você deseja que seu chefe saiba o que você pode fazer a fim de valer mais para ele. Entretanto, se você tiver acabado de cometer um erro terrível que custou R$ 15 mil à empresa, essa não é a hora certa de aproximar-se dele para solicitar um aumento. Mas se a empresa acabou de experimentar lucros incríveis por causa de uma ideia que você compartilhou com seu chefe, talvez haja clima e ambiente adequados para discutir isso com ele. Jesus entendia de tempo. Ele passou 30 anos preparando-se para o Seu ministério antes de lançar-se no Seu primeiro milagre. Quando a mãe de Jesus lhe disse que não tinha vinho no casamento, Jesus respondeu-lhe: “Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou” (João 2.4). Novamente, enquanto Seu ministério público se qualificava para uma apresentação adequada, Jesus honrou a fé de Sua mãe, e transformou água em vinho. Há um tempo para pedir perdão. Há um tempo certo para o silêncio. Há um tempo de fazer apresentações  para as pessoas. Existe um tempo para esperar. As pessoas estão em diferentes estações da vida. O humor varia. As circunstâncias afetam as suas decisões. Seja sensível a isso. É raro um marido que consegue ser sensível ao humor e às necessidades da sua esposa, e que responde adequadamente. É brilhante o adolescente que sabe e entende a ocasião certa para discutir problemas com seus pais. Jesus entendia de tempo. Quando apanharam a mulher adulterando, a reação dele foi singular. “Declarou Jesus: ‘ Eu também não a condeno. Agora, vá e abandone sua vida de pecado’ “(João 8.11). Jesus não ignorou o pecado dela. Não ignorou o tom acusador dos homens que queriam apedrejá-la. Ele simplesmente sabia que havia um tempo certo para fazer as coisas. Ele não dissecou o pecado da mulher. Não revelou os detalhes do ato adúltero. Jesus nunca habitou no passado, mas apontava para o futuro. Havia um tempo para isso. “Para tudo há uma ocasião certa; um tempo certo para cada propósito debaixo do céu. Ele fez tudo apropriado ao seu tempo” (Eclesiastes 3.1.11). Seu sucesso depende do tempo. Não esqueça isso! Se você estiver vendendo a um cliente ou sentado à mesa de discussão com seu chefe, permaneça sensível. Observe. Vigie. Ouça o fluxo de informação e o que esta acontecendo. Jesus fez isso. Jesus sabia que havia um tempo certo e um tempo errado para abordar as pessoas. Esse foi um dos Segredos da Liderança de Jesus. Deus abençoe a todos. Até o próximo final de semana.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...