ANO: 24 | Nº: 6039
27/03/2018 Campo e Negócios

Farsul realiza processo de interiorização em Bagé

Foto: Divulgação

“Os sindicatos rurais são nossa ponta de lança
“Os sindicatos rurais são nossa ponta de lança", disse Gedeão Pereira

Presidentes de sindicatos rurais, diretores e produtores participaram, ontem, do processo de interiorização de 2018 da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul). O encontro aconteceu no sede da Associação e Sindicato Rural de Bagé e contou com parte da direção do Sistema Farsul, além do Senar-RS e Casa Rural.
Durante o encontro, que iniciou na parte da manhã, foram apresentadas as atividades e ações da entidade e debatidos os desafios e entraves na produção agropecuária. O presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, iniciou o evento pedindo um minuto de silêncio pelo ex-presidente, Carlos Sperotto, que morreu em dezembro do ano passado.
Ao se pronunciar, ele lembrou que, durante as assembleias realizadas na federação, somente participam os presidentes dos sindicatos, deixando de fora diretores e produtores. “Dessa forma podemos apresentar tudo o que a Farsul realiza e ouvir os anseios da região”, disse. Pereira, exaltou a importância do agronegócio para a economia nacional e a participação do produtor rural no processo.“Se não fossemos nós, o país estava quebrado. Somos o sucesso da balança comercial. Nós, Sistema Farsul, Sistema CNA e sindicatos rurais, precisamos estar atentos na defesa da atividade”, alertou, ao lembrar que o objetivo principal da atividade sindical é a serviço do seu associado. “Os sindicatos rurais são nossa ponta de lança, é quem está junto ao produtor. Somos a atividade meio, a atividade fim é o sindicato e produtor é o nosso cliente”, completou.
Na parte da manhã, foram apresentados, pelas assessorias do Sistema Farsul, um resumo das atuações de cada setor. As áreas econômica, sindical, parlamentar e de desenvolvimento sustentável falaram sobre custos de produção, tributação, projetos de lei em tramitação, Funrural, ITR entre outros. A tarde foi destinada aos dirigentes do sistema, quando cada um falou sobre os principais desafios a que vem sendo exposto o produtor rural. Logo após, foram abertas as perguntas dos representantes das diretorias dos sindicatos rurais. O encontro durou o dia todo.
A interiorização da entidade iniciou em fevereiro, no município de São Sepé. Também aconteceram reuniões em Butiá, Venâncio Aires, Vacaria, Passo Fundo e Santo Antônio da Patrulha. Estão programados, ainda, encontros em Rosário do Sul ( 28 de março), Camaquã (4 de abril), Pelotas (5 de abril) e São Luiz Gonzaga (10 de abril).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...