ANO: 25 | Nº: 6278

José Carlos Teixeira Giorgis

jgiorgis@terra.com.br
Desembargador aposentado e escritor
30/03/2018 José Carlos Teixeira Giorgis (Opinião)

Os jornais de estudantes de outrora (3)

Finaliza-se o relato sobre jornais de secundaristas, gremiais e acadêmicos no período de 1861 a 1977, tendo o cronista resumido trechos e biografias em respeito ao espaço jornalístico.

O Estudante (1961). Pertencia aos alunos do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, fundado em 27/05/1961. Semanário Datilografado, de vida efêmera. Porta-voz dos estudantes do educandário.

O Elefante (1963), criado pela União Bageense de Estudantes (UBE) para celebrar o 14º aniversário da entidade. Noticioso e literário. Dirigido por Olci Soria Machado, sendo redatora Tânia Regina Vernet. Quinzenário, com quatro ou seis páginas. Deixou de circular no ano de fundação.

O Caduceu (1963). Periódico do Grêmio dos Estudantes da Escola de Comércio Dr. Antenor Gonçalves Pereira. Dirigido por Luís Carlos Sais, Artur Guerreiro Picaluga e Neicler Pinto Caldeira. Redatores, Pedro Nelson Rodrigues Leal e Ildo Oliveira da Rosa. Secretários João Roberto Vasconcellos e Celso Fernando Lamotte. Impresso no Instituto São Pedro. Desapareceu, possivelmente, em 1964. Picaluga e Luís Carlos, professores. João Roberto, radialista, Neicler, Pedro. Ildo e Celso, contabilistas.

O Universitário (1963). Periódico criado pela União Bageense dos Universitários (UBU), sob a presidência de Manoel Piragibe Teixeira em 15/09/1963. Noticioso e literário, dirigido por Édison Quintana e Vanda Martins Coronel. Possivelmente circulou até 1964. Manoel Piragibe foi advogado, empresário, membro de associações comunitárias, leonísticas e maçônicas. Édison, líder acadêmico, professor e jornalista. Vanda, professora, poeta.

O Auxiliadora (1963). Criado pelo Grêmio Estudantil do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, presidido por Serafim D. Soares. Era noticioso e literário. Dirigido por Orlando C. de Paula, sendo redator Zélio Monteiro La Rocca. Mensal. Possivelmente desapareceu em 1964.

O Sentinela (1964).  Pertencia à Subsecretária da União Gaúcha de Estudantes do Ensino Comercial. Noticioso e literário, “um jornal de estudantes para estudantes”. Dirigido por Ildo Oliveira da Rosa, Cid Serres Chaves e Adalberon Borges.

Colaboradores: Tânia Vernet, Maria de Lourdes Azambuja, Miguel França, Neicler Pinto Caldeira, Orany Rocha da Costa, A. Madureira Monson, Norma Silveira, Léo Candiota e Luiz Carlos Ferreira. Mensal. Desapareceu em 1965.

Entusiasmo Juvenil (1965). Porta-voz da juventude estudiosa que almejava levar a ela divertimento, curiosidades e literatura. Era dirigido por Nilda Elianete C. da Silva, redator, Irassu Trindade Peçanha, secretário Newton Martinez da Cunha, tesoureiro André Ramirez Vicêncio e ilustradora Suzana S. Silva. Tinha como colabora Miriam Barros. Impresso em 14 páginas. Existência breve.

O Acadêmico (1967). Periódico do Diretório Acadêmico Pio XII, da Faculdade de Filosofia de Bagé. Colaboradores: Tânia Vernet, Maria de Lourdes Azambuja, Miguel França, Neicler Pinto Caldeira, Orany Rocha da Costa, A. Madureira Monson, Norma Silveira, Léo Candiota e Luiz Carlos Ferreira. Mensal.

Entusiasmo Juvenil (1965). Porta-voz da juventude estudiosa que almejava levar a ela divertimento, curiosidades e literatura. Era dirigido por Nilda Elianete C. da Silva, redator, Irassu Trindade Peçanha, secretário Newton Martinez da Cunha, tesoureiro André Ramirez Vicêncio e ilustradora Suzana S. Silva. Tinha como colabora Miriam Barros. Impresso em 14 páginas. Existência breve.

O Gasparzinho (1968). Periódico de divulgação do Círculo de Pais e Professores do Grupo Escolar Silveira Martins, que tinha entre os colaboradores Tarcisio A. Taborda, Lígia Vaz Guimarães, Maria Isabel P. Ferrer e outros. Impresso no Instituto de Menores. Circulou até 1969.

O Pensador (1969). Também do Diretório Pio XII da Faculdade Católica de Filosofia, Ciências e Letras. Acadêmico, noticioso e literário, voz dos universitários. Secretária-Geral Maritza Botelho Perez. Mensário, tina sede no prédio onde a Faculdade funcionava. Circulou possivelmente até julho de 1970.

Quinzão (1974). Órgão de divulgação do Colégio XV de Novembro.. Mensário. Noticioso e literário. Circulou possivelmente até 1974.

Integração (1974). Órgão informativo e cultural da 13ª Delegacia de Educação. Mensário. Oito páginas. Desconhece-se seu encerramento.

Eis (1977). Revista Fundada por alunos do Colégio N.S. Auxiliadora, de caráter noticioso, literário e social. Redatores: Helena Boucinhas, Ronaldo Fuchs e Morecy Vaz Mores. Mensário editado pelo CECOM/Funba. Funciona no escritório do Padre Lino. Funcionou, possivelmente até 1977.

Fonte: Memória Histórica da Imprensa de Bagé, obra inédita de Gabriel Pereira Borges Fortes, Fernando Marcos Ronna e João Batista Marçal.    

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...