ANO: 25 | Nº: 6384
30/03/2018 Cidade

Parceria entre prefeitura e Sine busca intermediar de mão de obra para novas redes de varejo

Foto: Divulgação

Marcelo Nalério, Bayard Pereira e Paulo Goretti estiveram reunidos para tratar sobre o assunto
Marcelo Nalério, Bayard Pereira e Paulo Goretti estiveram reunidos para tratar sobre o assunto

Uma parceria entre a Prefeitura de Bagé e a agência FGTAS/Sine busca intermediar a mão de obra para as empresas que pretendem instalar filiais no município. Nesta semana, representantes da agência se reuniram com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, para discutir sobre a aproximação entre a agência e os possíveis empregadores.

Até o momento, as tratativas que estão mais avançadas são com a Magazine Luíza e as Lojas Americanas, mas outras empresas também já demonstraram interesse em abrir filiais na Rainha da Fronteira, como Havan, Renner e Lebes. A expectativa é que cada rede que instale filiais na cidade possa gerar entre 100 e 150 empregos.

Conforme Bayard, a ajuda do Sine será importante para as tratativas, pois a agência tem experiência e conta com estrutura para disponibilizar um melhor sistema para os encaminhamentos.       

O coordenador do Sine em Bagé, Marcelo Nalério, destaca a importância da ação conjunta para somar esforços e atender as necessidades dos empreendedores. Ele explica que, no ano passado, a agência fez os primeiros contatos com as redes e, após confirmar o interesse, informou o executivo municipal para assumir as negociações. A intenção é participar das próximas reuniões com as diretorias das lojas.  “Acredito que poderemos suprir a necessidade das empresas, pois dispomos de muitos trabalhadores qualificados e capacitados no segmento de atuação desses empreendimentos. Somente na agência de Bagé, temos, aproximadamente, 30 mil trabalhadores de todos os segmentos produtivos cadastrados”, destaca o coordenador.

Nalério também salienta que o serviço do Sine é de recrutamento de mão de obra, sendo que a seleção dos trabalhadores será responsabilidade do contratante. “Dispomos de sala para entrevista, espaço de acolhimento do empregador”, afirma. 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...