ANO: 26 | Nº: 6576
30/03/2018 Cidade

Segunda edição da Feira do Peixe Vivo de Bagé supera expectativas

Foto: Tiago Rolim de Moura

Pescados comercializados tinham entre cinco e 7,5 quilos
Pescados comercializados tinham entre cinco e 7,5 quilos
Mais de duas toneladas de peixe foram vendidas no Calçadão de Bagé, entre a manhã e tarde de ontem, quando aconteceu a segunda edição da Feira do Peixe Vivo. Na atividade, foram comercializadas variedades carpas-capim, húngara, cabeça grande, prateada e traíras.
A iniciativa faz parte do programa Arranjos Produtivos Locais, promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI). Segundo o  responsável pela pasta, Bayard Paschoa Pereira, a adesão do público superou as expectativas dos organizadores, pois a equipe, formada por integrantes da secretaria e produtores locais, precisou realizar sete viagens entre o açude onde os peixes comercializados estavam depositados e o local de venda. "Estavam previstos apenas quatro reabastecimentos", destaca.
O secretário conta que, na quarta-feira, com  a montagem das instalações no Calçadão, a movimentação em torno da estrutura já era tão grande que os comerciantes anteciparam o início das vendas. "Cerca de 300 quilos já tinham sido comercializados na data", destaca.
O evento contou com a participação de seis produtores da região, que usam a pesca como forma de potencializar seus negócios. Bayard afirma que o objetivo da feira é fomentar o comércio local de peixe e oferecer um produto fresco, de alta qualidade e de um alto valor nutricional, criado no bioma pampa.
Em entrevista à reportagem do Jornal MINUANO, o secretário também adiantou que está trabalhando, junto à Emater Regional, para disponibilizar alevinos aos produtores da iniciativa, com o objetivo de incrementar suas cadeias de criação.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...