ANO: 25 | Nº: 6386
02/04/2018 Esportes

Bagé empata com Santa Cruz e mantém invencibilidade

Foto: Guilherme Athayde/Futebol Clube Santa Cruz

Os dois gols foram marcados no segundo tempo
Os dois gols foram marcados no segundo tempo

O Santa Cruz encerrou o primeiro turno da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho sem vencer. Com o empate em 1 a 1, no jogo de sábado, disputado no Estádio dos Plátanos, o jalde-negro terminou a primeira fase invicto. O primeiro tempo foi de domínio do Bagé e, na etapa complementar, o Galo conseguiu se recuperar.
A primeira finalização foi jalde-negra. Fernandinho, dessa vez escalado por Carlos Moraes para começar o jogo, tentou uma jogada pela esquerda. A equipe bajeense continuou melhor tecnicamente, dominando a partida. Aos 19 minutos, o Santa Cruz se aproximou do gol e teve a melhor chance do primeiro tempo, mas Rudi espalmou e salvou o visitante.
Aos 25 minutos, o Santa Cruz cobrou uma falta perigosa e quase marcou, mas a bola passou à direita de Rudi. O dono da casa terminou o primeiro tempo inferior ao Bagé e trocando passes errados.
Na etapa complementar, o Galo se recuperou em campo, pressionando e criando oportunidades de gol. Logo aos quatro minutos, o time chegou perto de marcar e ainda criou outras chances nos quatro minutos seguintes. Aos 15 minutos, foi marcado um pênalti a favor do Santa Cruz. Alex Goiano cobrou, mas Rudi desviou e a bola bateu na trave.
Com as investidas do Galo, o Bagé conseguiu abrir o placar em um contra-ataque. Uma jogada que começou com Michelzinho, mandando para Cris Magno, resultou no gol jalde-negro, aos 25 minutos. O empate veio aos 39 minutos, com um gol de Alessandro Paraná, no rebote.


Tabela

O Bagé manteve o terceiro lugar na tabela, com 11 pontos – duas vitórias e cinco empates. Também no sábado, o Guarani de Venâncio Aires venceu o Lajeadense, no Edmundo Feix, por 2 a 1. A rodada termina na quarta-feira, com a partida entre São Gabriel e Aimoré.


Escalações


Bagé

Rudi, Mateus Ferreira, Baggio, Elton, Gustavo Nogy, Evandro, Damasceno, Fernandinho, Bruno Flores (Jefinho), Cris Magno, Aldir (Michelzinho).
Técnico: Carlos Moraes


Santa Cruz

Jonathan; Raulen, Caio, Valença e Marcus Vinícius; Arthur Santos (Alessandro Paraná), Elias, Diogo e Wesley (Alex Goiano); Paulão e Jeferson Carioca (Jobson)
Técnico: Marcelo Mabilia

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...