ANO: 24 | Nº: 6084
06/04/2018 Universo Pet

Como proteger os pets no inverno

Foto: Divulgação

O outono começou no dia 20 de março. Apesar das temperaturas na região ainda não terem caído, é importante que os tutores de gatos e cachorros fiquem atentos às dicas para cuidar melhor do amigo de quatro patas na época mais fria do ano.
Um dos cuidados que a veterinária Eliane Soares Machado alerta, é para os banho dos pets. Ela lembra que os banhos devem ser dados com água quente e deve-se evitar o choque de temperaturas. Eliane também destaca que é preciso secar bem o pelo dos cachorros ou gatos. Isto, porque um ambiente de umidade pode facilitar a proliferação de fungos e causar dermatite. A veterinária comenta que não é preciso parar de fazer passeios com os animais. Apenas é necessário ter cuidado com os dias de chuva.
Outra atenção importante com os animais - tanto gatos como cachorros - é a vacinação contra a gripe. A imunização é feita uma vez ao ano e este é o melhor período para aplicação - que antecede as baixas temperaturas.
Sobre as roupinhas, é preciso ter cuidado para fazer a troca periódica. Eliane alerta para não exagerar na hora de vestir o animal de estimação. A profissional afirma que os cuidados para evitar pulgas e carrapatos devem continuar, porque estes parasitas continuam proliferando-se no inverno.
Também é preciso ter cuidado com os filhotes e os animais idosos. No caso dos mais velhos, Eliane ressalta que é necessário ter atenção com o sistema locomotor dos animais, pois a contração da musculatura pode causar dor. Em algumas situações, por exemplo, é necessário oferecer antinflamatórios aos pets.
Das espécies, os cães braquicefálicos - com focinho achatado - são os que mais podem ser prejudicados com o frio. Isto, por terem mais dificuldade em purificar e aquecer o ar. Pugs e buldogues são exemplos de animais com este tipo de focinho.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...